João Pessoa
Feed de Notícias

Cultivo de hortaliças incentiva agricultura familiar em Nazarezinho

segunda-feira, 16 de novembro de 2015 - 09:28 - Fotos:  Secom-PB

A utilização de água de forma racional com acompanhamento técnico tem permitido aos agricultores do Sertão paraibano a continuidade da produção de hortaliças e a comercialização de seus produtos aos programas de compras governamentais, nos supermercados e nas feiras das cidades. Um exemplo vem do município de Nazarezinho, próximo a Sousa, onde um grupo de famílias assessoradas pela Emater, empresa integrante da Gestão Unificada Emepa/Interpa/Emater, vinculada à Sedap, mantém a produção apesar da prolongada estiagem.

Nesta semana, foi realizada visita de acompanhamento dos trabalhos de assessoramento em algumas unidades familiares da cidade, onde os produtores entregam parte da produção para o PAA Conab, fruto de um novo contrato. O agricultor Alcindo Pedrosa trabalha com irrigação por gotejamento e microaspersão, utilizando como fonte de água um açude, para a produção de melão que, no momento, a colheita se encontra em fase final. Ele está colhendo 30 mil quilos de melancia. Novas áreas estão sendo plantadas com melão e melancia.

Parte da produção é vendida para o PAA Conab, nos principais supermercados da região e em feiras livres.

Contrato antigo – No município, outro projeto de comercialização de 400.853 quilos por meio de contrato foi executado neste ano com duração de oito meses, já concluído, pelos agricultores familiares de Nazarezinho.

No primeiro projeto, os agricultores familiares entregavam toda semana abobrinha, abóbora cabocla, abóbora de leite, acerola, alface, banana prata, batata doce, berinjela, caju, cebolinha, coentro, feijão verde vargem, goiaba, laranja, limão, mamão formosa, manga espada, manga tommy, maxixe, melancia, milho verde em espigas, pepino, pimentão verde, pinha, quiabo, macaxeira, entre outros itens.

Entre as entidades que recebiam os produtos estavam o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) de Nazarezinho, a Mesa Sesc de Sousa, Cozinha Comunitária de Poço Dantas, Cozinha Comunitária de Joca Claudino e o Banco de Alimentos de Patos.

Segundo Assis Bernardino, a Modalidade Compra com Doação Simultânea garante a produção da agricultura familiar e as demandas locais de suplementação alimentar, além do desenvolvimento da economia local. Todo o processo tem o acompanhamento da Emater.