Fale Conosco

21 de dezembro de 2012

Crianças do município de Camalaú aprendem a tocar instrumentos musicais, por meio do ‘Pacto Educação’



A música como instrumento de inclusão social chega a centenas de crianças e adolescentes de municípios paraibanos também por meio de recursos do Pacto pelo Desenvolvimento Social da Paraíba. O ‘Pacto Educação’ contemplou com instrumentos musicais dezenas de crianças do município de Camalaú, no Cariri Ocidental, distante 331,7 km de João  Pessoa.

Camile Vitória Silva Bezerra, de apenas 8 anos de idade, tem aulas de música há apenas seis meses, mas já encantou o público tocando na sanfona alguns sucessos de Luiz Gonzaga no Centro Cultural Camalaú, durante visita feita pelo governador Ricardo Coutinho, que foi conhecer o projeto. Camile é filha de Rogério e Vanderlúcia, agricultores do sítio Pinheiro que se diziam “encantados” vendo a menina aprender tocar o instrumento. Weverton, de 10 anos, também foi aplaudido ao tocar sanfona.

“Nossa preocupação foi pedagógica, aquirindo instrumentos musicais e material esportivo para promover um segundo turno de atividades para nossos alunos, com acesso à música, oficinas de canto, teatro e esporte, com futebol de campo e de salão”, explicou o secretário de Educação de Camalaú, Pedro Mineiro, falando sobre como o município emprego os R$ 94 mil repassado pelo convênio ‘Pacto Educação’.

O munícipio atende a 300 crianças com esse projeto a cada seis meses. “O Pacto Social pela Educação com o Governo do Estado antecedeu ao projeto Mais Educação, do MEC”, lembra o secretário. Como resultado das aulas, as crianças de Camalaú montaram uma peça de autoria de Chico César, secretário de Estado da Cultura: “As Marias do Brasil’. Em Camalaú, o ‘Pacto Saúde’ destinou R$ 60 mil para aquisição de equipamentos para a unidade de saúde local.

Lançado em 2011, o Pacto pelo Desenvolvimento Social da Paraíba destinou cerca de R$ 50 milhões para 180 municípios que assinaram convênios com o Governo do Estado. Os recursos foram para investimentos em Educação e Saúde com a contrapartida social das prefeituras. Em 2013 será lançado um novo edital.