Fale Conosco

15 de abril de 2013

Criadores aprendem cultivar palma forrageira e práticas de convivência com estiagem



Agricultores familiares procedentes das regiões de Patos, Cajazeiras, Sousa, Catolé do Rocha, Pombal, Serra Banca e Princesa Isabel participaram do Dia de Campo sobre produção de palma forrageira resistente à cochonilha utilizando sistema de irrigação com energia solar, no Sítio Tajeassu da Comunidade Mares, no município de São José de Bonfim, no Sertão das Espinharas, na sexta-feira (12). A ação faz parte do plano de convivência com a estiagem executado pelo Governo do Estado, que busca criar alternativa de ração para alimentar o rebanho em período de estiagem.

Organizado pela Emater Paraíba, empresa vinculada à Secretaria do Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap), por meio do seu escritório regional em Patos, o evento reuniu mais de 500 participantes, entre agricultores, técnicos e extensionistas rurais, prefeitos e vereadores, além do secretário da Sedap, Marenilson Batista, do presidente da Emater Geovanni Medeiros, dos diretores Francionildo de Araujo e Erasmo Lucena, do coordenador de operações do órgão, Jailson Lopes e coordenadores de escritórios regionais da empresa estadual de extensão rural.

Divididos em quatro estações, os participantes puderam conhecer as vantagens e o sistema de plantio da palma forrageira resistente à praga, cujas raquetes estão sendo distribuídas pelo governo e os ensinamentos para se ter uma boa produção, além de degustar bolo fabricado com palma. Todos conheceram o plantio realizado há três anos pelo criador José Bezerra, que vem alimentando seu rebanho de caprinos e bovinos, principalmente com essa ração.  Na ocasião, foi feita demonstração do uso de equipamento de captação de água aproveitando a energia solar, destinada à irrigação do plantio de raquetes.

Até agora foram distribuídas de 320 mil raquetes de palma resistente à cochonilha para unidades de multiplicação. Também foi efetuado o cadastramento de 1.927 agricultores junto à Conab para aquisição de milho com preço subsidiado, destinado a alimentação animal. A Emater cadastrou 898 produtores rurais junto à Empasa para a compra de ração alimentar do rebanho afetado pela estiagem e instalou 16 Unidades Demonstrativas de Palma Resistente à Cochonilha na região.

Já foram orientados 518 agricultores familiares da redondeza para proceder com a perfuração e limpeza de poços, na construção de cisternas, barragens subterrâneas e pequenos açudes.  Outra ação destacada pelo presidente da Emater foi a inscrição de 4.964 agricultores familiares no Programa Garantia Safra entre 2012/2013, nos 16 municípios da região.

Outra ação destacada por Geovanni, que também ocorre em outras regiões do Estado, foi a orientação dos agricultores familiares e pequenos criadores nas práticas de armazenamento de forragem (silagem e fenação) para alimentação do rebanho na seca. “Com relação a linha de crédito do Pronaf Estiagem, foram elaborados 70 projetos, no montante de R$ 774.978,79, na região de Patos”, comemorou.