João Pessoa
Feed de Notícias

Criação de camarão garante renda para famílias do Vale do Paraíba

quarta-feira, 25 de setembro de 2013 - 10:52 - Fotos: 

Agricultores familiares do Vale do Paraíba, principalmente dos municípios de Itabaiana, Salgado de São Félix e Mogeiro, investem na criação de camarão em tanques para aumentar a renda. O trabalho acontece de forma integrada, sem prejuízo para as atividades agropecuárias ou com hortaliças, e conta com o apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap).

Nesta semana, um grupo de extensionistas da Emater, empresa vinculada à Sedap, tendo à frente o engenheiro de pesca Agnelo Campos, visitou algumas áreas onde são cultivados camarões para avaliação e acompanhamento das atividades de 20 agricultores familiares.

Segundo o coordenador regional da Emater em Itabaiana, Paulo Emílio Souza, na região do Vale do Paraíba é crescente a criação de camarão, pois lá é encontrada a água e solo adequados para a atividade. Também existe a preocupação com o equilíbrio ambiental necessário nas margens do Rio Paraíba.

O custo de implantação do projeto, com a instalação do tanque medindo 50 x 25 m, é de R$ 2.500,00. O investimento tem retorno garantido, principalmente porque tem mercado certo. O tanque pode produzir de 400 a 500 quilos de camarão, que estará pronto para a comercialização em três meses, vendido atualmente ao preço de R$ 12,00 o quilo.

Para viabilizar os projetos, os agricultores recebem de uma empresa privada a pós-larva (camarão pequeno com 20 dias) e a ração, além do compromisso de compra de toda a produção. “Estamos começando a fornecer a assistência técnica para melhorar e aumentar a produtividade, com o acompanhamento de um engenheiro de pesca”, afirmou Paulo Emílio.

O agricultor Antonio Carlos de Almeida, do Sítio Campo Grande, informou que, na última captura, obteve um lucro de R$ 2 mil, que complementou sua renda mensal. Ele também é criador de gado e planta hortaliças.