João Pessoa
Feed de Notícias

Crédito fundiário vai beneficiar 1.200 famílias paraibanas este ano

quarta-feira, 15 de junho de 2011 - 16:00 - Fotos: 


Presidente do Interpa, Nivaldo Magalhães. Foto: Secom-PB

Cerca de 1.200 famílias paraibanas devem ser beneficiadas com o crédito fundiário em 2011, segundo estimativa do Instituto de Terras e Planejamento Agrícola do Estado (Interpa), que coordena o programa do Governo Federal na Paraíba. Algo em torno de R$ 12 milhões devem ser liberados até o fim do ano.

A meta foi confirmada no Ministério do Desenvolvimento Agrário, em Brasília, durante visita de representantes do Interpa, na semana passada. O presidente do Instituto, Nivaldo Magalhães, revelou que a estimativa do crédito fundiário deste ano está no Plano Operativo Anual (POA), apresentado e aprovado na Capital Federal, como parte do planejamento nacional do programa. “Até agora já liberamos R$ 6 milhões e acreditamos que a meta de R$ 12 milhões será facilmente atingida”, disse.

Além da aprovação do POA, a visita a Brasília rendeu a garantia de assinatura de um convênio para a Paraíba, parceria da Secretaria de Reordenamento Agrário com o Governo do Estado, por meio da Interpa. O documento autoriza a medição de terras por georeferenciamento (satélite) de dois municípios paraibanos: Lagoa Seca e Remígio. “O trabalho deve começar no início do segundo semestre”, adiantou Nivaldo.

Segundo ele, dez outros municípios da Paraíba devem ser georeferenciados em 2012. Os projetos relacionados a esses municípios serão elaborados ainda este ano. “Vamos definir as localidades que serão georeferenciadas no próximo ano através de alguns estudos que levam em consideração os municípios em faixa de extrema pobreza”, declarou Nivaldo.

Com a medição por satélite, a área territorial dos municípios se torna mais precisa, o que facilita a definição dos limites de terras e de propriedades. Realizado o georeferenciamento, os títulos de posse podem ser providenciados e entregues aos proprietários de cada lote de terra.