João Pessoa
Feed de Notícias

Creas Regionais realizam mobilizações para marcar o Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual Contra Criança e Adolescentes

quinta-feira, 1 de junho de 2017 - 17:00 - Fotos:  Divulgação

Para marcar o Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual Contra Criança e Adolescentes, 18 de maio, a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (Sedh) elaborou Projeto Interventivo que foi lançado nos dias 4 e 5, em João Pessoa, para os municípios localizados na parte Central do Estado até o Litoral. E nos dias 8 e 9 de maio, para os municípios localizados da parte Central do Estado até o Sertão.

O Projeto Interventivo trata sobre o enfrentamento ao abuso e exploração sexual contra Crianças e Adolescentes, intitulado “#NãoSejaUmPedacinhoDesseEsquema”, tem como objetivo fortalecer o enfrentamento a violência sexual contra crianças e adolescentes. Com base no referido projeto os Creas regionais do Estado realizaram nesse dia 18 de maio diversas ações alusivas ao tema.

 

O dia 18 maio, que marca a luta pelos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes no território brasileiro, foi escolhido porque nessa data em 1973, na cidade de Vitória (ES), um crime bárbaro chocou todo o país e ficou conhecido como o “Caso Araceli”. Esse era o nome de uma menina com apenas oito anos, teve todos os seus direitos humanos violados, foi raptada, estuprada e morta por jovens de classe média alta daquela cidade. O crime, apesar de sua natureza hedionda, até hoje está impune.

Atualmente no Estado os Creas regionais atendem 152 municípios, cujo principal objetivo é atender as famílias e indivíduos em situação de violação de direitos. Especificamente no mês de maio são realizadas diversas ações sobre o tema exemplo, as atividades e ações desenvolvidas no enfrentamento a violência sexual contra a criança e adolescente: roda de diálogo, caminhadas, palestras, entrevistas em rádios comunitárias e gincanas.

Todas as atividades e ações foram desenvolvidas em parceria com a rede de serviços dos municípios tendo como base o Projeto Interventivo lançado pela Sedh que apresenta diversas propostas de trabalho com crianças e adolescentes sobre sexualidade e, sobretudo contra a violência sexual.