João Pessoa
Feed de Notícias

Corpo de Bombeiros inicia Operação Verão no litoral paraibano

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017 - 16:22 - Fotos:  Divulgação

A fim de reforçar a prevenção aquática em todo o litoral paraibano, evitando afogamentos e outros incidentes, o Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba (CBMPB) deu início, nesta quinta-feira (7), a Operação Verão. A ação, que foi lançada oficialmente às 9h com formatura militar no Busto de Tamandaré, na orla de Tambaú, na Capital, incrementa o efetivo de guarda-vidas até o fim do feriadão de Carnaval. No período, está sendo empregado, entre as praias de Barra de Camaratuba e Acaú (limite litorâneo com o Estado de Pernambuco), um efetivo de até 160 bombeiros nos dias de maior movimentação – a exemplo de fins de semana e feriados.

Conforme o comandante geral do CBMPB, coronel Jair Carneiro de Barros, dentro desse efetivo estão também mergulhadores que são preparados para atuar na busca e resgate de vítimas em ambientes subaquáticos. Este ano, o Corpo de Bombeiros formou novos militares nessa especialização, contando agora com 19 mergulhadores de resgate. Ainda segundo o comandante, a Operação Verão redobra o número de postos de guarda-vidas, que pode chegar a 44 no período carnavalesco.

Também foram disponibilizadas 12 viaturas para a prevenção na área litorânea, incluindo seis embarcações. Nesta edição, a operação contará também com o reforço inédito de dois drones, que auxiliam no monitoramento aéreo das praias. O trabalho preventivo contará com a distribuição de panfletos educativos para a população em pontos estratégicos, com blitzen em entradas de praias e postos de fiscalização – a exemplo do acesso ao Seixas e do posto da Polícia Militar na PB-008.

Balanço – O secretário de Estado da Segurança e Defesa Social (Seds), Cláudio Lima, destacou, durante o lançamento da ação, os resultados obtidos pela pasta ao longo do ano, com redução dos índices de criminalidade, bem como o sucesso da Operação Verão na última edição. De dezembro de 2016 a fevereiro deste ano, a ação não registrou nenhum óbito por afogamento e computou 13.414 atendimentos preventivos (a exemplo de distribuição de pulseiras de identificação, advertências e informações prestadas ao público). Também foram realizados 38 salvamentos aquáticos, 39 ações de guarda de crianças perdidas e 128 primeiros socorros em decorrência de incidentes com animais marinhos. A operação envolveu uma extensão de 120 quilômetros de faixa litorânea, abarcando 55 praias. Dicas para

banhistas – Evite nadar sozinho – Mantenha a linha da água na cintura – Não faça brincadeiras do tipo: ‘caldos’, ‘trotes’, ‘saltos’ e simulação de afogamento – Evite tomar banho em locais com correntes, obstáculos e nas proximidades de desembocaduras de rios – Tenha atenção com superfícies escorregadias ou cortantes – Reconheça suas habilidades e seus limites na água – Ao fazer uso de embarcações ou moto aquáticas utilize obrigatoriamente o colete salva-vidas.