João Pessoa
Feed de Notícias

Coral Vozes da Infância leva emoção da música ao sistema penitenciário

domingo, 4 de dezembro de 2011 - 12:33 - Fotos:  Secom-PB

O último sábado (3) foi marcante para detentos de três penitenciárias da Capital paraibana. Por meio de uma apresentação inédita, as crianças do Coral Vozes da Infância levaram a emoção da música ao sistema penitenciário e iniciaram as comemorações natalinas. O coral, que é da Escola Municipal das Artes/Casa das Artes da Prefeitura Municipal de João Pessoa, realizou as apresentações em parceria com o governo estadual, por meio da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap).

Sob a regência do maestro Hélio Medeiros, o coral apresentou um repertório de músicas sacras e natalinas, como “Noite Feliz” e “Ave Maria”, entre outras. O concerto aconteceu na Penitenciária Feminina, na Penitenciária Média e, por último, na Penitenciária Silvio Porto, todas no bairro de Mangabeira. Segundo a detenta Silma Araújo, a presença do coral no presídio foi inesquecível. “As lindas músicas mexeram com o coração de todas nós, sentimos muita paz. Fiquei emocionada e não consegui conter as lágrimas. Agradeço a todos que dedicaram um pouco do seu tempo para nos proporcionar essa grande felicidade”, disse.

O menino João Victor, de 11 anos, um dos integrantes do Vozes da Infância, ressaltou que a sensação de paz e alegria não se deu somente entre as internas. “Parecia que o espírito delas queria se comunicar com o nosso por meio da música, foi um momento de energia muito positiva”, disse ele. A detenta Eliane Nóbrega de Lima acrescentou: “Foi uma alegria muito grande, tocou meu coração. Eu me lembrei dos meus filhos, da minha família, do Natal… Bonito demais!”, disse, emocionada.

Vozes da Infância – O Coral Vozes da Infância, que tem regência dos maestros Elias Moreira (titular) e Hélio Medeiros (assistente), reúne 60 crianças e adolescentes com idades que variam de nove a 15 anos. O projeto é desenvolvido pela Prefeitura de João Pessoa, por meio da Secretaria de Educação (Sedec) e a Fundação de Cultura (Funjope), e funciona como uma ação completar da Escola Municipal de Artes/Casa das Artes, voltada para a formação em canto coral.

O coral é coordenado por Amélia Nóbrega e Luiz Carlos Vasconcelos. “Hoje, com essa primeira visita, nos certificamos de que esse concerto foi uma belíssima ideia. É apenas o inicio de um projeto que pretende levar boa música e momentos de beleza àqueles que estão no sistema prisional, pois a música tem um poder incrível sobre a alma humana”, destacou Luiz Carlos Vasconcelos, também ator e diretor de teatro.

Para o titular da Seap, Harrison Targino, ver crianças dedicando seu tempo para levar paz espiritual aos internos das penitenciárias foi um momento único. “Essas crianças nos proporcionaram um ato profundamente emocionante. Luiz Carlos foi muito sensível ao idealizar esse projeto e nos premiar com essas apresentações. Foi uma emoção generalizada”, concluiu.

Além de profissionais do sistema penitenciário, estiveram nas apresentações os secretários estaduais de Segurança e Defesa Social, Cláudio Lima, e de Desenvolvimento Humano, Aparecida Ramos, e o comandante geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves.