João Pessoa
Feed de Notícias

Coral alagoano se apresenta em João Pessoa neste fim de semana

sexta-feira, 8 de maio de 2015 - 11:05 - Fotos: 

O Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado da Cultura, traz para João Pessoa o Coral do Instituto Federal de Alagoas (Coretfal). O grupo apresenta o espetáculo Canto por Todos os Cantos neste sábado (9), às 19h, na Sala de Concerto Maestro José Siqueira do Espaço Cultural. O evento faz parte dos preparativos para o Encontro Nordestino de Produção Cultural Independente 2015, que acontece em novembro.

Canto por Todos os Cantos faz uma releitura de um trabalho homônimo do próprio Coretfal, apresentado na década de 1990, atualizando-o com outros projetos. Para a regente do coral, Fátima Menezes, o espetáculo representa uma espécie de vitrine da atuação do grupo, nessas quatro décadas de atividade. Recentemente apresentado na cidade de Lucca, na Itália, ele é uma homenagem à música brasileira em todas as suas nuances, como expressão singular da alma dos povos representados no caleidoscópio de nossas identidades.

No repertório, clássicos da música brasileira, como “Arrastão”, “Vamos Fugir”, “Disparada” e “Asa Branca”, além de canções das manifestações culturais tradicionais, como “Taieiras” e “Adeus do Caboclinho”. “O grupo está extremamente motivado para mostrar seu trabalho ao público paraibano, com quem quer celebrar esse momento de trocas culturais e seguir aprendendo”, afirma a regente.

Coral – O Coretfal foi criado em 1975, pela maestrina Maria Augusta Monteiro Menezes, com o objetivo inicial de difundir a cultura musical no universo das escolas técnicas. Desde então, desenvolve um trabalho pioneiro no Estado de Alagoas, na opção prioritária pela música popular brasileira e pelo folclore nordestino, procurando difundi-los e valorizá-los em toda sua riqueza rítmica e melódica.

Encontro Nordestino de Produção Cultural Independente 2015 – O objetivo é congregar produtores e artistas de toda Região para valorizar o produto cultural e organizar a circulação de espetáculos de todas as linguagens artísticas pelos nove estados. Segundo o coordenador do Núcleo de Documentação da Funesc, Pedro Osmar, a proposta do encontro é fundamentar os questionamentos iniciais de todos os segmentos culturais e artísticos – sejam das ruas, dos grupos de atuação comunitária e dos poderes públicos afinados com essa luta de valorização profissional.

“Queremos chegar a um denominador comum que garanta, em linhas gerais, a existência de um Circuito de Espetáculos nas capitais, a exemplo do ‘Projeto Pixinguinha’, do Governo Federal, que levou artistas da nossa MPB para vários estados brasileiros com o apoio dos governos locais e da produção dos artistas participantes, passando por todas as regiões do país”, explicou Pedro.