João Pessoa
Feed de Notícias

Cooperar realiza palestras sobre produção agroecológica e agricultura familiar

sexta-feira, 19 de outubro de 2012 - 15:33 - Fotos: 

Produção agroecológica e tecnologias adequadas ao contexto da agricultura familiar  foram os temas de duas palestras apresentadas, nesta sexta-feira (19), na sede do Projeto Cooperar, em Cabedelo. As palestras fazem parte do debate sobre sustentabilidade no campo, realizado pela unidade ao longo das últimas dez semanas.

De acordo com o gestor do Cooperar, Roberto Vital, é preciso pensar o desenvolvimento do campo de forma equilibrada e racional. “Com o debate, o Cooperar busca a elaboração de estratégias que ajudem o Projeto a reforçar o apoio à exploração coletiva de atividades econômicas no semiárido, considerando o foco na sustentabilidade”, explicou.

O  palestrante e coordenador de programas e projetos especiais da secretaria de Desenvolvimento Agrário do Ceará, José Wanderley Augusto Guimarães, foi um dos palestrantes do evento. Ele veio debater o cultivo protegido e a produção agroecológica. “O cultivo protegido, aquele que usa uma área com armação de madeira ou ferro e uma tela cobrindo a estrutura para evitar os insetos, já é bem difundido, mas precisamos aperfeiçoar os conhecimentos, principalmente junto ao agricultor”, ressaltou.

Segundo o palestrante, um dos grandes problemas do campo apontados pelos trabalhadores é a falta de acompanhamento técnico para sanar as dúvidas do dia-a-dia. “Debates como esse promovido pelo Projeto Cooperar são de grande importância para encontrarmos os melhores caminhos”, complementou, acrescentando que também veio ao Estado para conhecer as cisternas de tela de alambrado, testadas pela Embrapa Semiárido, no interior de Pernambuco, e construídas na Paraíba como suporte para o homem do campo.

O outro palestrante do dia foi o engenheiro agrônomo, Antônio Almeida dos Santos, que tratou de outras tecnologias voltadas à agricultura agroecológica. “Os avanços tecnológicos e equipamentos implantados no campo contribuíram para o aumento da produção e melhoria na renda e qualidade de vida dos agricultores, revelando uma nova realidade, por isso o debate nesse sentido é fundamental, falou.

Parceria com o Banco Mundial – O ciclo de palestras sobre a sustentabilidade no campo fundamenta a manutenção da parceria do Governo do Estado com o Banco Mundial, dentro do Projeto de Redução da Pobreza Rural. Constantemente, representantes do Banco visitam os projetos financiados na Paraíba.

“No início do mês, uma missão esteve em municípios como Baía da Traição, onde conversaram com produtores de mel de algumas aldeias indígenas”, lembrou o gestor do Cooperar, Roberto Vital. Na semana que vem, outras visitas vão acontecer. Na região de Patos, mais precisamente na comunidade Barra, no município de Santa Luzia, os representantes do Banco visitarão, no dia 25 (quinta-feira), subprojetos de caprinocultura.

No dia 26 (sexta-feira), a missão vai a Santa Helena, onde visitará projeto de apicultura, passando por São João do Rio do Peixe para conhecer a Cooperativa dos Produtores de Arroz. Na tarde do mesmo dia visitará um projeto de aproveitamento de resíduos sólidos recicláveis, em Bonito de Santa-Fé. E no sábado, visita a comunidade Cacimba Nova, em Conceição, onde é implantado um projeto de irrigação para produção agroecológica, beneficiando 17 famílias.