Fale Conosco

19 de julho de 2013

Cooperar apoia projeto de piscicultura em Mãe D’Água



Pescadores e piscicultores da Vila Capoeira, no município sertanejo de Mãe D’Água, estão entusiasmados com a implantação do projeto de piscicultura que vai gerar renda complementar inicialmente para 18 famílias. Nessa primeira etapa, os tanques rede receberam 15 mil alevinos, mas no total, os 25 tanques receberão 25 mil. O projeto inclui ainda cinco berçários. A parceria envolve a Associação dos Pescadores da Vila Capoeira, o Projeto Cooperar e a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG).

No prazo de seis meses, as famílias já poderão vender tilápias com peso médio de 800 gramas. O quilo do peixe na região é vendido hoje por R$ 7,00. A renda complementar com a venda da tilápia vai ficar em torno de R$ 400,00 por família.

Essa comunidade almejava esse apoio financeiro há uns dez anos e finalmente estão realizando o sonho coletivo graças à visão e a determinação do governador Ricardo Coutinho”, disse o gestor do Projeto Cooperar, Roberto Vital. O Cooperar financiou R$ 97 mil para ajudar na melhoria de vida dos pescadores da Vila Capoeira.

O zootecnista do Cooperar, Bruno Lacerda, acompanha as famílias passando orientações sobre manejo alimentar e outros cuidados necessários.

O município de Mãe D’Água está recebendo outro importante benefício. O Governo do Estado trabalha na pavimentação da estrada que faz ligação com São José do Bonfim, numa extensão de 20,6 quilômetros. “A comunidade Vila Capoeira também comemora esta ação de desenvolvimento”, acrescenta Bruno Lacerda.