João Pessoa
Feed de Notícias

Convênio com BID garante US$ 7,5 milhões para implantar Profisco

sexta-feira, 18 de maio de 2012 - 21:19 - Fotos:  José Marques/Secom-PB

Foto: José Marques/Secom-PB

O governador Ricardo Coutinho e o presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Luis Alberto Moreno, assinaram convênio no valor de U$$ 7,5 milhões (R$ 15 milhões) para contratação de operação de crédito com objetivo de implantar o Programa de Modernização Fiscal do Estado da Paraíba (Profisco). A assinatura aconteceu na tarde desta sexta-feira (18), durante reunião do BID e BNB, com oito governadores do Nordeste, em Fortaleza (CE).

O Profisco desenvolverá ações de fortalecimento da gestão estratégica institucional e da administração tributária e financeira. Com isso, a Secretaria da Fazenda terá novos modelos de gestão fiscal e investirá em sua modernização tecnológica.     O programa de modernização  do Fisco vai contar com a linha de financiamento do BID e uma contrapartida do Estado de US$ 1,278 milhão para sua implantação.

O governador Ricardo Coutinho destacou a importância do programa para a modernização da gestão fiscal no estado, uma vez que vai dotar as secretarias com tecnologia de informação de ponta, qualificando servidores de pastas estratégicas do Estado, além de implantar métodos e técnicas modernas para melhor gerir a receita e a despesa públicas.

O secretário de Estado da Receita, Marialvo Laureano, afirmou que a pasta vai investir fortemente nos próximos anos em tecnologia da informação com a construção de um novo parque de informática para superar o atraso desse setor, que é vital para a modernização do Fisco. “A tecnologia da informação será a nossa prioridade com as linhas de financiamento tanto do BID como também do BNDES”, acrescentou o secretário.

O presidente do BID, Luis Alberto Moreno, considerou importante a ampliação contínua do apoio à Região Nordeste, sobretudo em programas voltados para a modernização do estado. “Assegurar a sustentabilidade fiscal e prover recursos para a implantação de políticas públicas, promovendo a cooperação entre os governos e a sociedade é fator estruturante para o constante aperfeiçoamento dos demais setores”, disse.