João Pessoa
Feed de Notícias

Controladoria realiza capacitação de controle interno para auditores do Estado  

segunda-feira, 26 de março de 2018 - 16:24 - Fotos: 

O Governo do Estado, por meio da Controladoria Geral do Estado (CGE) realizou, na última semana, dois treinamentos internos, direcionados aos servidores do órgão e aos servidores da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) e da Companhia Paraibana de Gás (PBGás), empresas das quais terão de estruturar a área de Auditoria Interna, Gestão de Riscos e Compliance, de acordo com a Lei 13.303/2016 – Lei das Estatais.

O primeiro evento promoveu o treinamento de Auditoria com base na estrutura COSO (Committee Of Sponsoring Organizations Of The Treadwaycommission), durante os dias 19 e 21 de março, no auditório do Hotel Nord Class Tambáu, aos auditores recém nomeados da CGE e aos representantes das estatais do Governo do Estado da Paraíba, a Cagepa e PBGás, com o objetivo de apresentar os componentes e estrutura que uma organização pública ou privada deva possuir para o estabelecimento do Controle Interno.

“A estrutura COSO é a doutrina do Controle Interno, representando um modelo de excelência que deve ser perseguido pelas organizações públicas para aperfeiçoamento da sua gestão com foco nos desafios crescentes de alcançar os seus objetivos estratégicos e combater desvios que comprometam a eficácia ao atendimento das normas, a proteção do patrimônio e integridade das informações prestadas ao público”, destacou o gerente executivo de Auditoria da CGE, Letácio Tenório.

Já o segundo treinamento, realizado nos dias 22 e 23 de março, também realizado no Hotel Nord Class Tambáu, foi direcionado apenas aos auditores da Controladoria, com o intuito de abordar o processo de elaboração de comunicação e elaboração do Relatório de Auditoria Interna, fase crucial para possibilitar o claro entendimento dos pontos de auditoria e das recomendações.

De acordo com Letácio, uma efetiva comunicação da auditoria interna com a área auditada é de extrema importância para que os gestores estejam comprometidos com o plano de ação definido para implantação de uma melhoria ou correção de uma falha. “Neste processo, a comunicação é fundamental, a linguagem que deve ser utilizada nos relatórios de auditoria interna deve ser clara, objetiva, construtiva, concisa e completa. Manter uma boa comunicação é um dos maiores desafios da atividade de auditoria interna”, pontuou o auditor.

As capacitações foram ministradas pelo consultor e palestrante Eduardo Pardini, especialista em governança, gestão de riscos, controle interno e auditoria interna, da empresa Crossover Consulting & Auditing, representante do Brasil no Internal Control Institute.