João Pessoa
Feed de Notícias

Consultores do Banco Mundial estudam renovação de convênio com Governo do Estado

segunda-feira, 10 de novembro de 2014 - 16:42 - Fotos: 

Consultores do Banco Mundial estão em João Pessoa durante toda esta semana para realizar diagnósticos sobre toda a cadeia produtiva da agropecuária paraibana. Na manhã desta segunda-feira (10), os especialistas internacionais apresentaram a entidades, órgãos e associações um relatório sobre os primeiros dados levantados em junho. Todo esse estudo é pré-requisito fundamental para renovação do convênio entre a instituição bancária e o Governo do Estado, por meio do Projeto Cooperar. O financiamento previsto é de 79,8 milhões de dólares (cerca de R$ 182,8 milhões), ou seja, mais do que o triplo liberado no último contrato. O montante já foi aprovado pelo Governo Federal.

A gerente executiva técnica do Projeto Cooperar, Mônica Alexandre Tavares de Melo, enfatizou que o valor do novo convênio trará benefícios fundamentais para o setor agrícola na Paraíba. “Anteriormente, esses recursos eram bem menores e agora aumentaram bastante. Representa muito, não só para a agricultura familiar, mas para todos os produtores. É um avanço significativo em termos de investimentos”, disse. “Vamos trabalhar agora com toda a cadeia produtiva interligada, desde a produção até o escoamento no mercado”, observou.

Jorge Caballero é especialista em cadeias produtivas e foi o coordenador técnico do primeiro estudo apresentado nesta manhã pelo Banco Mundial, feito com base em dados levantados em junho. Segundo ele, o relatório é fundamental para apontar diretrizes de ação. “Nosso trabalho é apontar o caminho de como desenvolver as potencialidades (da agricultura) tratando de reduzir os riscos. Assim, é possível fazer com que toda a cadeia produtiva, desde o agricultor até o mercado, consiga resultados positivos”, comentou.

Próximos passos – Os representantes do Banco Mundial vão permanecer na Paraíba até sexta-feira (14) para realizar o próximo passo obrigatório com vistas à renovação do contrato entre o Governo do Estado e a instituição financeira. Nessa fase seguinte, serão aprofundadas as investigações sobre as soluções para as necessidades apontadas no primeiro relatório apresentado nesta segunda-feira.

É com base na análise realizada durante toda esta semana que será elaborado um plano de ação. Ele será feito por meio de uma parceria entre a equipe do projeto Cooperar e representantes de entidades, instituições e órgãos envolvidos direta e indiretamente com o setor agropecuário no Estado.

Números do novo convênio – O empréstimo junto ao Banco Mundial já foi aprovado pela Comissão de Financiamentos Externos (Cofiex), do Ministério do Planejamento, em Brasília. O novo contrato do projeto ‘Paraíba Rural Sustentável/ Cooperar’ será de US$ 79,8 milhões, o equivalente a R$ 182,8 milhões, com contrapartida do Governo do Estado e associações. A previsão é que o valor seja executado no período de 2014-2017.

Investimentos passados – Nos últimos quatro anos, o Governo do Estado, por meio do Projeto Cooperar, em parceria com o Banco Mundial, já investiu R$ 57,5 milhões na implementação de 500 subprojetos. Os repasses foram contratados para 27.246 famílias atendidas em 641 comunidades rurais e urbanas de 155 municípios.