João Pessoa
Feed de Notícias

Construção de cisternas ajuda convivência com a seca em 35 cidades

quarta-feira, 17 de julho de 2013 - 11:14 - Fotos:  Secom-PB

Agricultores de 35 municípios castigados pela seca no semiárido paraibano ganharam no primeiro semestre deste ano uma importante ajuda para a convivência com a estiagem: 1,4 mil cisternas que foram construídas em parceria entre a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano (Sedh) e o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS).

Ao todo serão erguidas na primeira etapa do projeto 4.550 cisternas com capacidade para 16 mil litros cada. Outras 10.800 já estão conveniadas para serem executadas até o próximo ano. Dessas, cerca de 300 serão implantadas em escolas públicas do Sertão.

Para que as famílias possam utilizar a água foram capacitadas mais de 4 mil pessoas entre agentes de saúde, famílias e pedreiros envolvidos na construção. O objetivo é conscientizar a população para o convívio com o semiárido e o manejo adequado dos equipamentos.

Enfrentamento à seca – A secretária da Sedh, Aparecida Ramos, destaca que a cisterna de placa é uma tecnologia social adequada à região do semiárido rural brasileiro, que propicia ao homem do campo armazenar a água da chuva que escorre dos telhados das casas por meio de bicas de zinco e PVC.

As cisternas fazem parte de um conjunto de ações que o Governo tem adotado no enfrentamento à estiagem em nosso Estado”, acrescentou.

Uma das beneficiadas, a agricultora Maria de Fátima Oliveira de Sousa Filha, que mora em Pombal, no Sertão, disse que está esperançosa com a chegada da cisterna.

Aqui a gente planta arroz, feijão e milho, mas este ano estava complicado. Agora, com a cisterna que foi concluída na última quarta-feira, acredito que a nossa realidade vai ser outra, porque não vamos mais precisar ficar pedindo água a um e a outro”, disse ela que vive com cinco pessoas dentro de casa.

A construção de cisternas inspirou o agricultor Tiago da Silva Pinto, que expressou sua satisfação e esperança em literatura de cordel com verso “A Seca no meu Sertão paraibano e a construção de cisternas do Programa Água para Todos”.

Ele descreve a transformação do Sertão com a água: “A chuva que vai caindo, vai molhando a plantação. O verde do meu Sertão calmamente vai surgindo, a sequidão vai sumindo. O juá vem florescer, o riacho põe a encher. O peixe pula no rio. Vai o calor, vem o frio. Faz a vida renascer.”

Cisterna de calçadão – Outra ação de enfrentamento à seca é a cisterna de calçadão, uma tecnologia que capta água para criação de pequenos animais e cultivo de quintal produtivo para populações rurais de baixa renda.

Esse tipo de tecnologia beneficiará trabalhadores rurais de 49 municípios paraibanos. A construção das cisternas de calçadão terá início neste segundo semestre, também em parceria do Governo do Estado e MDS.