Fale Conosco

26 de junho de 2012

Conjunto de ações do Governo do Estado reduz efeitos da seca



O conjunto de ações do Governo do Estado para reduzir os efeitos da seca e levar à população recursos de convivência com a estiagem compreende investimentos para melhoria da oferta de água com perfuração e recuperação de poços artesianos, acesso à comida, garantia de ração animal e crédito para agricultura.

Para por em prática o programa de reativação dos poços artesianos, o Governo investiu R$ 700 mil na aquisição de uma perfuratriz, cujo trabalho é coordenado pela Companhia de Desenvolvimento dos Recursos Minerais (CDRM). O novo equipamento aumentou a capacidade operacional de 30 para 90 poços por mês.

Durante o seu programa semanal de rádio, o governador Ricardo Coutinho disse que a Paraíba tem 12 mil poços cadastrados, dos quais cerca de seis mil estão inoperantes. “Estou determinando a liberação de R$ 2,5 milhões para revitalizar 738 poços e esse número será ampliado. Vamos começar uma nova frente de revitalização de poços”, anunciou.

Cestas básicas – A Paraíba recebeu do Governo Federal 161 toneladas de alimentos e outras 22 toneladas foram arrecadadas no show Chuva de Arte Solidária. Esses alimentos estão sendo separados em milhares de cestas básicas para serem distribuídas com populações dos municípios em situação de emergência devido à estiagem.

Serão distribuídas na próxima semana de 7 mil cestas de alimentos nas cidades com menores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) e maior escassez de água.

Ricardo Coutinho lembrou que o programa nacional de enfrentamento à estiagem, em conjunto com os Estados, abre crédito de até R$ 12 mil para os agricultores familiares e até R$ 100 mil para os agricultores de médio e grande porte. “São recursos que começam a ser liberados para as cidades cuja situação de emergência já tenha sido reconhecida pelo Governo Federal”, informou.

O Estado também isentou do ICMS todos os contribuintes paraibanos que comercializam rações animais e matérias-primas para rebanho nos municípios atingidos pela estiagem neste ano. Uma outra medida destacada é a criação do Bolsa Estiagem pelo Governo Federal. Os agricultores familiares que não têm o benefício Garantia Safra receberão cinco parcelas mensais de R$ 80,00.

Carros-pipa – O governador disse que o Estado está investindo R$ 4,5 milhões para contratar 300 carros-pipa a mais para atender 90 municípios que estão em calamidade. As cidades, que haviam ficado de fora da Operação Carros-Pipa do Exército, serão atendidas a partir deste mês com o esforço do Governo do Estado e prefeituras. Atualmente, o Exército atende com carros-pipa 108 municípios.

Alimentação animal – No plano de alimentação animal o Estado investe R$ 10 milhões para assegurar que os rebanhos possam resistir ao período de estiagem. A medida tem por objetivo ajudar os criadores a manterem os rebanhos diante da seca e escassez de água e pasto. Nas duas últimas grandes secas a Paraíba perdeu um milhão de cabeças de gado e registrou uma redução de 122 milhões de litros de leite.