Fale Conosco

12 de agosto de 2015

Congressos Brasileiros de HIV/Aids e Hepatites recebem mais de duas mil inscrições



As inscrições para o 10º Congresso Brasileiro de HIV/Aids e para o 3º Congresso Brasileiro de Hepatites começaram dia 1º de agosto e chegaram a duas mil. Quanto aos trabalhos científicos, foram enviados 2.050. Os congressos serão realizados, simultaneamente, de 17 a 20 de novembro, no Centro de Convenções de João Pessoa, e serão promovidos pelo Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais, do Ministério da Saúde, em parceria com a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), Governo da Paraíba e a Prefeitura de João Pessoa.

“O Departamento Nacional de DST/AIDS e Hepatites Virais avaliou que com duas mil inscrições realizadas já na primeira semana era preciso fazer um levantamento para traçar um perfil do público, avaliando, por exemplo, quantos dos inscritos são trabalhadores da saúde, estudantes, trabalhadores da educação. Por esse motivo, as inscrições foram encerradas”, explicou a coordenadora estadual de DST/AIDS e Hepatites Virais, Ivoneide Lucena.

Ivoneide lembrou ainda que dos 2.050 trabalhos científicos enviados, apenas 10% serão escolhidos para apresentação. Este foi o maior número de trabalhos inscritos em todas as edições dos eventos. A previsão é que o resultado da análise dos trabalhos seja divulgado nesta quinta-feira (13). Os aprovados receberão bolsas completas, com passagem, hospedagem, alimentação e transporte durante o evento. Os participantes poderão apresentar seus projetos a grandes especialistas brasileiros e de todo o mundo, em ambas as epidemias.

Segundo a gerente de saúde, 50% do público inscrito nos congressos são paraibanos. “A procura da Paraíba foi muito grande e isso é muito positivo. As pessoas se mostraram interessadas em fazer parte de um congresso desse porte, que nunca veio pra nosso Estado, e essa é uma oportunidade das pessoas estarem fazendo parte disso sem ter um custo alto com passagens aéreas, hospedagem, já que será realizado aqui em João Pessoa mesmo, no Centro de Convenções, que tem porte para receber esse evento”, disse Ivoneide.

Os congressos têm como objetivo mostrar novas tecnologias, pesquisas, medicamentos e boas práticas na prevenção e na resposta ao HIV/Aids e às hepatites virais. É a primeira vez que a Paraíba sedia os eventos e está prevista a participação de mais de quatro mil pessoas.

O Congresso de Aids é realizado desde a década de 1990. Nas nove edições anteriores, o foco sempre foi a prevenção. Este ano debaterá todos os aspectos da resposta à epidemia: novas técnicas de diagnóstico; novos tratamentos; novas pesquisas; profilaxias pré e pós-exposição.