Fale Conosco

24 de julho de 2012

Confira programação do Dia do Motorista e perfil dos condutores paraibanos



fachada detran _foto de Claudio Cesar (3)A carreata-procissão de São Cristóvão, padroeiro do motorista, abre nesta quarta-feira (25), a programação comemorativa do Dia do Motorista (25) e do Motociclista (27) na Paraíba. Organizado pela Divisão de Educação para o Trânsito do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), o evento terá concentração, a partir das 7h30, no SEST/SENAT (próximo à Gauchinha, em João Pessoa) com a participação da Polícia Rodoviária Federal, Batalhão de Policiamento de Trânsito, Sindicato dos Taxistas, Sindicato dos Motoristas, ONG Etev,  Polícia Militar da Paraíba, Corpo de Bombeiros, SEST/SENAT, Comitê de Acidentes e Violência, Polícia Solidária,  Samu, agentes de trânsito do Detran, Guarda Municipal, DER e Secretaria de Mobilidade Urbana.

A previsão é de que a carreata-procissão deixe o local por volta das 9h, conduzindo a imagem de São Cristóvão, em carro aberto, até a Igreja de São Cristóvão, no bairro de Jaguaribe. O ponto alto da carreata-procissão é a passagem pela Avenida Cruz da Armas, onde a imagem é aguardada por motoristas, motociclistas, moradores e devotos do santo.

O percurso do SEST/SENAT até a igreja é feito pelas avenidas Cruz da Armas, Vasco da Gama, anel interno da Lagoa, Avenidas João Machado e Pedro II e Praça dos Motoristas, em Jaguaribe. Durante a missa, haverá a benção de documentos, chaves e veículos.

Além de promover a integração entre motoristas e motociclistas, o Detran aproveita o evento para distribuir material educativo sobre segurança no trânsito e para alertar motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres sobre a necessidade de contribuir para construção de um trânsito melhor e mais seguro.

Segundo dados do Detran, a Paraíba tem hoje uma frota de 848.199 veículos, sendo 364.775 motocicletas. Só na capital, estão registrados 270.336 veículos, sendo 73.332 motocicletas. Em Campina Grande, a frota é de 130.746 veículos, sendo 48.479 motocicletas.

Perfil – A maioria dos condutores paraibanos é do sexo masculino e tem entre 30 e 59 anos. Dos 684.204 paraibanos habilitados, 515.804 são homens e apenas 168.400 mulheres. Divididos por faixa etária, 180.770 condutores paraibanos têm entre 18 e 29 anos. 423.367 têm entre 30 e 59 anos e 80.067 têm acima de 60 anos. A média geral é de 40 anos.

O perfil dos condutores paraibanos, divulgado pelo Detran, também revelou a distribuição por categoria da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Segundo o relatório, a maioria dos condutores paraibanos (261.571) tem CNH na categoria “B” que, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, é aquela para condutor de veículo motorizado, não abrangido pela categoria “A”, cujo peso bruto total não exceda a três mil e quinhentos quilos e cuja lotação não exceda a oito lugares, excluído o do motorista.

Em seguida aparecem 200.790 condutores habilitados na categoria “AB”, o que permite a condução de motocicletas ou carros com até 8 passageiros.

Os condutores habilitados na categoria “A”, específica para motociclistas ou condução de veículos motorizados de três rodas, com ou sem carro lateral, são 29.276.

Na categoria “C”, para condutores de veículos motorizados utilizados em transporte de carga, cujo peso bruto total exceda a três mil e quinhentos quilos, estão habilitados 17.632 paraibanos.

Na categoria “D”, para condutores de veículos motorizados utilizados no transporte de passageiros, cuja lotação exceda a oito lugares, excluído o do motorista, estão 38.276.

Na categoria “E”, para condutores de combinação de veículos em que a unidade tratora se enquadre nas Categorias “B”, “C” ou “D” e cuja unidade acoplada, reboque, semi-reboque ou articulada, tenha seis mil quilogramas ou mais de peso bruto total, ou cuja lotação exceda a oito lugares, ou, ainda, seja enquadrada na categoria trailer, estão habilitados apenas 5.592 paraibanos.

Os demais condutores paraibanos têm carteiras de habilitação que combinam categorias mais especializadas para transporte de cargas ou de passageiros, sendo 41.399 nas categorias “AD”; 15.295 nas categorias “AC” e 7.829 nas categorias “AE”.

Existem ainda 66.539 condutores pertencentes a outras categorias que são aqueles que possuem o PGU, Prontuário Geral Único, o modelo antigo da Carteira Nacional de Habitação, ainda sem a fotografia do condutor.

Vale lembrar que a CNH pode ser renovada até 30 dias após a data de validade que é de um ano para a permissão para dirigir (primeira habilitação), cinco anos para condutores com até 65anos de idade e três anos para condutores acima de 65 anos.

Responsável pela formação dos condutores paraibanos, o Detran tem investido na fiscalização do setor. Desde 2011, o órgão vem realizando, por meio da Controladoria Regional de Trânsito e da Corregedoria, uma constante fiscalização nos Centros de Formação de Condutores.

As antigas autoescolas passaram por um recadastramento e tiveram que se adequar a todas as normas e resoluções do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).