Fale Conosco

30 de junho de 2009

Conferência Estadual de Aqüicultura e Pesca terá participação da Emater



A Empresa da Assistência Técnica e Extensão Rural da Paraíba (Emater-PB), uma das principais executoras do Programa Territorial de Aqüicultura e Pesca no Estado, participa da conferência estadual que tratará da Política de Expansão e Desenvolvimento da Piscicultura Paraibana nos dias 6 e 7 de julho no Espaço Cultural José Lins do Rego. O evento deverá contar com as presenças do ministro da Pesca Altemir Gregolin, e do governador José Maranhão.

A informação é do assessor estadual de piscicultura da Emater, Lino Gonçalves, que participou neste final de semana da Oficina Territorial de Alinhamento Conceitual e Metodológico da Política da Pesca no Estado, realizada no hotel Portal do Sol, na praia do Bessa, em João Pessoa. Participaram do encontro autoridades governamentais e não governamentais, indígenas e representantes de associações e colônias de pescadores dos municípios que compõem o Território da Mata Sul.

Durante o evento, o assessor de piscicultura fez uma explanação sobre o trabalho da Emater na execução de políticas e ações do setor pesqueiro no Estado, especialmente nos municípios de João Pessoa, Alhandra, Caaporã, Pitimbu, Pedras de Fogo, Conde, Itabaiana, São Miguel de Taipu, Pilar, Bayuex, Caldas Brandão, Juripiranga, e São José dos Ramos, onde a empresa atende as necessidades básicas dos pescadores.

Com a recente criação do Ministério da Pesca, o governo federal pretende ampliar o setor de financiamento para pescadores e aquicultores, visando a aquisição de equipamentos para o desenvolvimento do setor pesqueiro, além da modernização e reforma de embarcações que incluem melhorias nas condições de manipulação e conservação de pescado a bordo e melhoria nas condições de saúde e segurança dos trabalhadores que, com a nova Lei da Pesca, passam a ser considerados como produtores rurais com direito a crédito.

O empenho da atual gestão da Emater-PB, conforme Lino, é oferecer aos pescadores e aquicultores paraibanos os meios necessários para o desenvolvimento de suas atividades. Para tanto, está colocando a disposição do setor, além do apoio logístico, engenheiros de pesca e técnicos capacitados para transmitir ensinamentos fundamentais à atividade pesqueira, que certamente contribuirá para o fortalecimento da economia primária do Estado.

Da Assessoria de Imprensa da Emater-PB