João Pessoa
Feed de Notícias

Concerto da Sinfônica têm regência do maestro Cláudio Lage e participação da soprano Carla Cury

terça-feira, 15 de agosto de 2017 - 16:04 - Fotos:  Thercles Silva

A Orquestra Sinfônica da Paraíba apresenta o 9º Concerto Oficial da Temporada 2017 nesta quinta-feira (17), com dois músicos convidados. O maestro mineiro Cláudio Lage, atual regente e arranjador da Orquestra Experimental do Colégio Santo Antônio e Orquestra de Câmara da Escola de Música de Itabira, será o regente e a soprano paraibana Maria Carla Cury, radicada na Suíça, participa como solista.

O concerto começa às 20h30, na Sala de Concertos Maestro José Siqueira, no Espaço Cultural, e os ingressos custam R$ 4,00 (inteira) e R$ 2,00 (meia).

“Realizar este concerto com a Orquestra Sinfônica da Paraíba será um enorme prazer. Tenho acompanhado o trabalho da orquestra e ficado muito feliz com o resultado”, disse o maestro Cláudio Lage, destacando a importância do programa que será executado.

“A programação artística tem sido bem variada e de ótima qualidade. Faremos neste 9º concerto de 2017 obras bastante expressivas do repertório orquestral, onde compartilharemos com o público a energia da Abertura Acadêmica de Brahms, o lirismo das árias de Mozart e da canção de Villa-Lobos e a vivacidade da primeira sinfonia de Schumann, dedicada à primavera. O público paraibano tem ao alcance de todos uma das orquestras mais tradicionais do Brasil e uma importante ferramenta cultural. Desejo vida longa a este maravilhoso projeto”, comemorou.

A primeira obra a ser executada será ‘Abertura Festival Acadêmico, Op. 80’, de Johannes Brahms (1833 – 1897), compositor alemão cuja música foi marcada pela melancolia e pela riqueza temática. Escrita em agradecimento ao título de Doutor Honoris Causa pela Faculdade de Filosofia da Universidade da Breslávia, a obra teve sua estreia no dia 4 de janeiro de 1881, dirigida pelo próprio compositor.

Em seguida, os músicos da OSPB vão executar ‘Vorrei Spiegarvi, Oh Dio KV 418’ e ‘Allelluia do Motetto em Ré Maior, KV 165’, de W. A. Mozart (1756 – 1791), compositor austríaco considerado o maior prodígio da história da música. Mozart escreveu a ária Vorrei spiegarvi para a apresentação vienense da ópera ‘O curioso indiscreto’, de Pasquale Anfossi, em 1783. É uma ária extremamente difícil, com notas muito agudas em piano e, perto do final, um célebre e enorme salto do grave para o agudo.

Logo depois, será a vez de ‘Melodia Sentimental’, de autoria do brasileiro Heitor Villa-Lobos (1887 – 1959), com a participação da cantora lírica Maria Carla Cury. Villa-Lobos é reconhecido mundialmente como o maior compositor brasileiro no campo da música de concerto. Mesmo tendo estudado na Europa e composto sinfonias, óperas e quartetos, era apaixonado pela música popular brasileira, tendo percorrido o país anotando canções folclóricas, cirandas, cantos de trabalho, sambas e choros. ‘Melodia Sentimental’ é uma suave serenata, com letra de Dora Vasconcelos, que chamou a atenção de músicos populares, tendo sido cantada por nomes como Elizeth Cardoso, Zizi Possi, Ney Matogrosso, Djavan, João Bosco, Olivia Byington e Maria Bethânia.

Para encerrar a noite, os músicos vão executar a ‘Sinfonia n. 1 em Si Bemol Maior, Op. 38’, de Robert Schumann (1810 – 1856), o maior compositor do romantismo alemão. Compôs sua primeira sinfonia, considerada uma das suas obras mais espontâneas, em apenas quatro dias, no mês de janeiro de 1841 e a estreia se deu no dia 31 de março. Em dois meses a sinfonia havia sido composta, orquestrada e estreada com sucesso.

Regente

Cláudio Lage nasceu em Belo Horizonte (MG) e iniciou seus estudos musicais no Centro de Formação Artística e Tecnológica do Palácio das Artes (Cefart), onde concluiu os cursos de violão e regência coral. Atualmente, realiza trabalhos como violonista, arranjador com trabalhos escritos para Banda Sinfônica da Escola de Música da UFMG, OSFEA e grupos de câmara, além de atuar como regente e arranjador da Orquestra Experimental do Colégio Santo Antônio e Orquestra de Câmara da Escola de Música de Itabira (ELMI).

Solista

A soprano Maria Carla Pino Cury é natural de João Pessoa (PB), onde iniciou seus estudos de canto no curso de Bacharelado em Música da UFPB. Entretanto, se graduou em canto lírico na Hochschule für Musik Basel, na Suíça.

Atualmente cursa o último ano do mestrado em performance musical, ao mesmo tempo em que está iniciando uma especialização em canto barroco, na Scola Cantorum Basiliense. Desde 2012, está radicada na Suíça, onde desenvolve uma carreira internacional, tendo passado por palcos na Alemanha, Suíça, Polônia, Espanha, Chile e Brasil.

Desde 2016 desenvolve um trabalho com o pianista e maestro Jan Schultz interpretando um repertório de canções alemãs, francesas, inglesas, espanholas e brasileiras. Neste ano, foi ganhadora do concurso para jovens solistas de Basel e do concurso de canto Migros Gesangswettbewerb 2017, além de finalista no concurso de canto do Centro de Perfeccionament Plácido Domingo.

No repertório de Oratório, a soprano acaba de estrear na sala de concertos do compositor Penderecki, na Polonia, e no Festival de Música de Rheingau, na Alemanha, cantando os solos da soprano da Grande Missa em Dó menor, de Mozart, juntamente com a Academia Internacional de Lübeck. Em Basel, desde 2013, tem interpretado missas de Mozart, Schumann, Haydn e oratórios de Bach, em diferentes igrejas.

Serviço:

9º Concerto Oficial da Temporada 2017 da Orquestra Sinfônica da Paraíba

Regente: Cláudio Lage

Solista: Maria Carla Cury (soprano)

Dia: 17/08/2017 (quinta-feira)

Hora: 20h30

Local: Sala de Concertos Maestro José Siqueira, no Espaço Cultural

Ingresso: R$ 4,00 (inteira) e R$ 2,00 (meia)