João Pessoa
Feed de Notícias

Concerto Canto Metal reúne Coro Sinfônico da Paraíba e Orquestra Sedec na Funesc

sexta-feira, 21 de outubro de 2016 - 11:09 - Fotos:  Secom-PB

O Coro Sinfônico da Paraíba e a Orquestra Sedec apresentam o Concerto Canto Metal na próxima quinta-feira (3), às 20h30, na Sala de Concertos Maestro José Siqueira, da Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc), em João Pessoa, com a participação do Coral masculino Filhos de Asafe. A apresentação dos dois grupos, com entrada gratuita, conta com um programa de músicas clássicas e populares.

O concerto será aberto pelo Coro Sinfônico que, com regência do maestro Daniel Seixas, vai executar sete músicas: Glória – Da Missa em Ré Maior, Op. 86 (A. Dvorak); Salmo 23 – Do Réquiem Para Um Trombone (Eli-Eri Moura); Lacrimosa – Do Réquiem de Mozart, KV 626; Hallelujah – Do Messias (Haendel), As Bem Aventuranças, com participação do Coral masculino Filhos de Asafe, sob regência do maestro Daniel Berg (Alexandre Reichert Filho); Gloria all’ Egitto – Da ópera Aida (G. Verdi), e Majestoso Gonzagão (vários autores), com arranjo de Chiquito.

A Orquestra Sedec entra em seguida, com regência do maestro Chiquito. A apresentação começa com execução de serenatas: Moonlight Serenade (Glenn Miller/ Parish), Misty (Burke Garne), Stormy Weather (H. Arlen / T. Koehler), todas com arranjo de Chiquito. Logo após, será a vez da execução de New, York, New York (John Kander/ Fred Ebb), também com arranjo de Chiquito e participação de Sílvio Tchê, e Chega de Saudade (Tom Jobim/ Vinícius de Moraes), com arranjo do maestro Duda.

Intitulada de Dominguineando, a sequência seguinte é de composições de Dominguinhos com arranjo do maestro Chiquito: Quem me Levará Sou Eu (Dominguinhos/ Manduca), Eu me Lembro (Dominguinhos/ Anastácia), Quando Chega o Verão (Dominguinhos/ Abel Silva), Sanfona Sentida (Dominguinhos / Anastácia), Sete Meninas (Dominguinhos), Isso Aqui Tá Bom Demais (Dominguinhos/ Nando Cordel) e Pedras que Cantam (Dominguinhos/Fausto Nilo).

O concerto Canto Metal será encerrado pela Orquestra Sedec e o Coro Sinfônico da Paraíba, que vão se reunir para fechar a noite com as músicas Paraíba Joia Rara (Ton Oliveira) e Meu Sublime Torrão (Genival Macedo), com arranjo e regência do maestro Chiquito.