João Pessoa
Feed de Notícias

Comunidade e astros do esporte prestigiam inauguração da Vila Olímpica Parahyba

sábado, 28 de março de 2015 - 17:53 - Fotos:  Secom-PB/ Fco França

Astros do esporte e centenas de pessoas prestigiaram a inauguração da Vila Olímpica Parahyba, na manhã deste sábado (28), em João Pessoa. Participaram do evento, os medalhistas olímpicos do vôlei, Giba e Fofão; o maratonista Vanderlei Cordeiro de Lima, bronze nos jogos de Atenas, em 2004, e o nadador paraibano Kaio Márcio, outro protagonista de várias conquistas esportivas.

Durante a inauguração, o governador Ricardo Coutinho e o secretário de Estado da Juventude, Esporte e Lazer, Tibério Limeira, foram homenageados. Para Giba, participar de um momento histórico para a Paraíba é um incentivo ao esporte. “É um momento de grande orgulho participar de um fato histórico para este Estado. Estou honrado em ter sido convidado pelo governador Ricardo Coutinho. Mais ainda, quando lembro que a Vila Olímpica Parahyba não vai servir apenas para atletas profissionais, mas para tirar muitas crianças das ruas e das drogas”, ressaltou.

O nadador Kaio Márcio compartilha do mesmo sentimento de Giba. “Eu fico muito feliz ao vivenciar um momento como este. Quando eu comecei a carreira, eu treinei muito aqui. Então, é fantástico ver a evolução que este espaço conquistou. É uma mudança muito significativa, muito radical. Isso me deixa muito feliz”, comentou. “É uma grande oportunidade de conquistas inéditas, sobretudo em um período tão importante, com a chegada das Olimpíadas do Rio”, prosseguiu o paraibano.

O presidente da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos, Coaracy Nunes, enfatizou que a construção do complexo esportivo representa um estímulo ao esporte. “Temos agora algo que vai propiciar a evolução dos nossos atletas. Era uma promessa do governador Ricardo Coutinho, que virou realidade. Um presente para a população, um presente para todos nós”, destacou.

O comerciário Luciano Lima foi uma das centenas de pessoas que estiveram na inauguração, na manhã deste sábado. “Com essa obra grandiosa, eu espero que o Estado agora receba os grandes eventos esportivos nacionais para fazer a nossa alegria”, comemorou.

Estrutura - O novo complexo esportivo conta com três ginásios, os quais contemplarão as mais diversas atividades, a exemplo de handebol, futebol de salão, basquete, ginástica olímpica e rítmica, judô e taekwondo. A capacidade de público nesses equipamentos varia de acordo com os eventos a serem realizados.

O ginásio número 1 foi reformado e aplicado piso sintético com capacidade de público para 712 espectadores. Já o ginásio 2 atenderá à prática de ginástica olímpica, judô, taekwondo e dança, com capacidade para 260 espectadores; e um ginásio aberto para prática dos mais diversos esportes, com capacidade para 243 expectadores.

A Vila Olímpica Parahyba também comporta atividades de fisioterapia, hidromassagem, musculação e ginástica para pessoas da terceira idade, além de dança, ginástica de academia, yoga, taekwondo e tênis de mesa.

Conta ainda com uma pista de atletismo de 400 metros, em piso sintético, recomendado pela Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF), servindo também para a prática de outras modalidades, como salto em altura, salto de vara, salto triplo, arremesso de disco, entre outros.

O complexo também é composto por uma arquibancada com capacidade para 1.611 espectadores, além de possuir vagas para portadores de necessidades especiais, vestiários, alojamento para atletas, sala de reunião, auditório, gabinete médico, cabine de imprensa e refeitório. O gramado obedece ao padrão exigido pela FIFA. Há ainda pista de cooper, com 850 metros com iluminação noturna. O equipamento esportivo foi contemplado com um auditório com capacidade para 110 pessoas, além de três salas para imprensa, dando maior comodidade às transmissões desportivas.

Programação – A inauguração da Vila Olímpica engloba uma programação até este domingo (29). Às 9h, haverá apresentação da Seleção Brasileira de Nado Sincronizado no parque aquático que servirá para treinamentos de seleções de modalidades aquáticas que se preparam para as Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro.