Fale Conosco

16 de janeiro de 2018

Companhia Docas realiza em fevereiro audiências públicas sobre os leilões de terminais do Porto de Cabedelo



A diretora presidente da Companhia Docas da Paraíba, Gilmara Temóteo, se reuniu nesta terça-feira (16) com o diretor da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), Mário Povia, para tratar sobre o lançamento das audiências públicas que precedem os leilões de terminais de derivados de petróleo localizados na área portuária de Cabedelo.

“Tal procedimento é exigido em lei para que todos os interessados possam esclarecer quaisquer dúvidas acerca dos projetos desenvolvidos pela companhia Docas”, explicou a executiva.

Na ocasião, ficou definido que as audiências públicas serão realizadas no mês de fevereiro, possibilitando assim que os leilões possam ocorrer ainda no primeiro semestre de 2018.

O Porto de Cabedelo foi o único porto do País que desenvolveu os Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental necessários para a realização dos leilões pelo Governo Federal. Esses estudos foram custeados por meio de recursos próprios da Companhia e doados ao Governo Federal.

As empresas que vencerem os leilões serão obrigadas a investir aproximadamente R$ 60 milhões na expansão dos terminais e cerca de R$ 20 milhões na infraestrutura do Porto, onde serão requalificados toda a pavimentação da área primária do Porto paraibano, sistema de combate a incêndio, de drenagem, reforma dos armazéns, entre outros investimentos.

Participaram ainda do encontro Bruno Pinheiro, superintendente de Regulação da Antaq e

Disney Barroca, coordenador geral de modelagem de outorgas da Secretaria Nacional de Portos.