João Pessoa
Feed de Notícias

Companhia Docas da Paraíba fecha ano com superávit e expectativa de novos negócios em 2016 

terça-feira, 29 de dezembro de 2015 - 18:23 - Fotos: 

A Companhia Docas da Paraíba fecha o ano 2015 com superávit, apesar da crise econômica que assola o país e que também afetou o volume de cargas no Porto de Cabedelo. A  expectativa é que em 2016 ocorra mudanças no cenário atual e novos negócios sejam realizados, segundo avaliação da diretora-presidente, Gilmara  Temóteo.

“Finalizamos o exercício de 2015 superavitário, fruto de uma gestão realmente comprometida com toda a orientação do governador Ricardo Coutinho. Conseguimos equilibrar despesa e receita. Além disto, prospecções de novos negócios para 2016 e acreditamos que o cenário atual será revertido”, destacou a executiva.

De acordo com Gilmara Temóteo, a Companhia Docas cumpriu fielmente a redução de custos estabelecida pelo plano de contingência orientado para todos os setores do Poder Executivo. Em 2015, houve ainda um melhor aproveitamento do que o porto dispõe em termos de estrutura e da parte de pessoal.

“Em 2016 a gente já inicia com a licitação para implantar a sinalização náutica, um investimento muito importante para o porto de Cabedelo. Nós vamos renovar toda nossa sinalização náutica e substituir as bóias que sinalizam o canal de acesso do porto”, anunciou Gilmara Temóteo. No próximo ano, o porto também será equipado com containeres refrigerados para armazenar produtos e melhorar a logística.

A gestora do porto de Cabedelo ressaltou ainda a parceria firmada com a Petrobras para implementar a operação ship to ship. Este sistema operacional compreende a atracação de dois navios a contrabordo em um mesmo berço, transferindo até 50.000 toneladas de derivados de petróleo de um navio maior para o de menor porte. Gilmara Temóteo, explica que a operação ship to ship vai aumentar em 50% a movimentação de combustíveis no porto. “O navio menor, após receber o combustível do navio de maior porte, sai para abastecer outros portos”, explicou.

Alguns navios já estão programados para atracar no porto em janeiro e nesta terça-feira (29) atracou um navio petroleiro com mais de 14 mil toneladas de combustíveis, sendo 10 mil toneladas de gasolina e 4 mil toneladas de diesel. Esta semana o porto está recebendo uma carga de granito paraibano, aproximadamente 14 mil toneladas que serão importadas para o exterior. Esse embarque de granito ocorre a cada 60 dias.