João Pessoa
Feed de Notícias

Companhia apresenta vantagens que fornecimento proporciona a bares e restaurantes da Capital

quarta-feira, 11 de novembro de 2009 - 20:10 - Fotos: 

Ampliar o número de comércios abastecidos pelo gás natural. Este foi o objetivo da reunião ocorrida na noite da terça-feira (10) entre representantes da Companhia Paraibana de Gás (PBGás) e da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes, Seção Paraíba (Abrasel/PB). Cerca de 50 empresários do ramo também participaram do encontro, que ocorreu num restaurante da praia do Cabo Branco, em João Pessoa.

A reunião foi solicitada pela própria Abrasel, com a finalidade de conhecer as vantagens que o fornecimento do gás natural proporciona a bares e restaurantes. “Comodidade, conforto, segurança, preço menor e economia. Esses são os principais benefícios apontados pela equipe da PBGás”, destacou o gerente-executivo da Abrasel, Frederico Porcaro.

Ele acrescentou que a reunião foi muito positiva. “A PBGás apresentou serviços, produtos, valores e logística do abastecimento. O assunto despertou o interesse de muitos empresários presentes ao encontro. A PBGás, posteriormente, entrará em contato com eles para firmar contrato”, afirmou.  No entanto, nem todos os interessados poderão ser contemplados neste primeiro momento. Só poderão instalar o gás natural em suas cozinhas, os comércios que estiverem localizados nos trechos por onde passa a tubulação do serviço. 

Tubulação – De acordo com o presidente da PBGás, Antônio Carlos Fernandes, já existem áreas com a tubulação nos bairros de Miramar, Tambaú, Cabo Branco, Manaíra e Aeroclube. A meta da Companhia é estender o fornecimento do produto para outros três estabelecimentos comerciais até o final de 2009.

Além de mais limpo e seguro, o gás natural não agride o meio ambiente e proporciona uma economia de até 40% em relação ao gás de cozinha (GLP), usado em botijões. Na área residencial, o objetivo da PBGás é interligar à rede mais 18 edifícios até fevereiro do próximo ano e totalizar o número de 23 unidades atendidas com o serviço.

Mudanças – O presidente da PBGás lembra que até fevereiro deste ano, quando o atual governo assumiu, só havia um edifício interligado à rede de fornecimento do gás natural em João Pessoa, que vem do Rio Grande do Norte. E com pouco mais de dez meses de administração, a PBGás conseguiu resolver pendências com licitações e estendeu o serviço a dois condomínios residenciais e a três estabelecimentos comerciais. Entre eles estão um shopping e dois hotéis.

Desde setembro deste ano, a cozinha do Hotel Village, instalado na Avenida Epitácio Pessoa, e a praça de alimentação do Manaíra Shopping, localizado no bairro de mesmo nome, funcionam com gás natural. Só o shopping abriga em torno de 27 lanchonetes e restaurantes beneficiados com o serviço.  

Nathielle Ferreira, da Secom-PB