Fale Conosco

3 de fevereiro de 2015

Comitê do Litoral Sul discute cobrança da água bruta



Líderes comunitários, empresários, representantes de prefeituras e de órgãos públicos de nove municípios se reúnem na manhã desta terça-feira (3) para discutir a cobrança da água bruta em rios e açudes paraibanos. O debate promovido pelo Governo do Estado acontece durante o encontro do Comitê das Bacias Hidrográficas do Litoral Sul, no auditório do Departamento de Estradas e Rodagens (DER), na Capital.

Para a discussão, a Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa) convidou a engenheira e professora do IFPB, Mirella Motta e Costa, que será a principal palestrante. Também foram convocados membros do comitê que representam as cidades de Alhandra, Caaporã, Conde, Cruz do Espírito Santo, João Pessoa, Pedras de Fogo, Pitimbu, Santa Rita e São Miguel de Taipu.

“Vai ser um momento importante para esclarecermos dúvidas sobre a implantação da cobrança da água. E os usuários vão poder ampliar a discussão sobre o decreto que já foi avaliado e aprovado pelo comitê. É assim que fazemos a gestão participativa dos recursos hídricos, com o apoio da população”, destacou o presidente da Aesa, João Fernandes.

Na semana passada, o secretário de Estado dos Recursos Hídricos, Infraestrutura, Ciência e Tecnologia, João Azevedo, informou que a cobrança vai ser implantada este ano, mas adiantou que ainda não há uma data definida.

“Estamos nos preparando. A Aesa está concluindo a montagem da estrutura necessária e acreditamos que ela vai contribuir de forma significativa para a diminuição do desperdício”, observou.

Comitês – O Estado possui quatro comitês de bacia: Litoral Norte, Litoral Sul, Rio Paraíba e Piranhas-Açú. Este último é de âmbito federal, sendo 60% da área na Paraíba e 40% no Estado do Rio Grande do Norte.  Outras informações sobre comitês de bacias estão disponíveis no site da Aesa (www.aesa.pb.gov.br) ou pelos telefones 3211-6453 e 3211-6458.