Fale Conosco

26 de agosto de 2013

Comissão vai avaliar formação dos policiais da Paraíba



Uma comissão composta inicialmente por cinco membros será responsável para analisar, revisar e aperfeiçoar a formação pedagógica e curricular dos profissionais de Segurança Pública do Estado da Paraíba. A decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado.

De acordo com o coordenador das Ações Estratégicas da Secretaria de Segurança e Defesa Social (Seds), coronel Júlio César, a criação da comissão se tornou necessária depois que se percebeu que as grades curriculares das academias de formação dos policiais civis e militares eram realizadas de forma isolada e o modelo de trabalho atual da polícia do Estado é a valorização da integração entre as forças policiais e não apenas a Polícia Militar com a parte preventiva e a Civil com a investigativa.

Queremos garantir que a integração que já acontece nas ruas comece desde sempre já dentro do curso de formação de policiais civis e militares, com grades curriculares objetivas e bem articuladas”, afirmou.

Segundo o coronel, em um primeiro momento as grades curriculares dos cursos de formação do Estado serão avaliadas entre os membros que formam o conselho e só depois dessa primeira etapa é que começarão as reuniões para a formação da nova grade de disciplinas. “Iremos nos reunir internamente e só depois é que seguiremos para as etapas mais práticas. Será até possível que em uma dessas reuniões surja a necessidade de criar um conselho consultivo, com membros da OAB, do Ministério Público e até da sociedade civil”, disse o coronel.

Formam a Comissão, Bergson Almeida de Vasconcelos, que é Delegado de Polícia Civil e Diretor da Academia de Polícia Civil da Paraíba; coronel Júlio Cesar de Oliveira – Ações Estratégicas da SEDS e o coronel Roberto Alves da Silva – Diretor de Ensino da Polícia Militar da Paraíba. Além destes, outros dois membros foram convidados, o professor Ddutor Paulo Vieira de Moura, da UFCG, e para coordenar a comissão Mazukyevicz Ramon Santos do Nascimento Silva, diretor da Escola de Gestão Penitenciaria – Egepen.