João Pessoa
Feed de Notícias

Comissão de Controle de Infecção é tema de encontro com diretores de hospitais

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013 - 11:41 - Fotos: 

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) reuniu, na manhã dessa quinta-feira (21), diretores dos hospitais públicos, filantrópicos e privados de João Pessoa para apresentar a atual formação da Comissão Estadual de Controle de Infecção em Serviços de Saúde (CECISS). O encontro discutiu a importância e a necessidade do controle da infecção e do trabalho dos gestores. As informações foram repassadas durante o Seminário de Controle de Infecção em Serviços de Saúde, realizado no auditório do Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB).

A coordenadora da CECISS, Ana Campanile, explicou que outros dois eventos semelhantes acontecerão em março para os diretores técnicos das unidades de saúde e, em junho, com os enfermeiros das comissões. “O controle da infecção hospitalar é segurança e diminuição de risco para o paciente, é qualidade no atendimento”, destacou Ana Campanile. De acordo com ela, é necessário mostrar a importância do compromisso do hospital na formação da CECISS.

O evento contou com a participação do presidente do CRM-PB, João Medeiros Filho; do diretor da Associação dos Hospitais, Francisco José Santiago; do diretor da Associação Médica, Fábio Rocha; do promotor de Justiça Glauberto Bezerra que representou a Escola Superior do Ministério Público; e da gerente executiva de Vigilância em Saúde da SES, Talita Tavares, que representou o secretário de Estado da Saúde, Waldson Souza.

CECISS – A Comissão Estadual de Controle de Infecção em Serviços de Saúde tem por finalidade atuar desenvolvendo um conjunto de ações deliberadas e sistemáticas, com vistas à redução da incidência e da gravidade das infecções hospitalares e, assim, melhorar a qualidade da assistência prestada. Esse trabalho é feito junto às comissões hospitalares dando suporte técnico, científico e operacional indispensável à eficiência das referidas comissões.

A infecção hospitalar é uma síndrome infecciosa (infecção) que o indivíduo adquire após a sua hospitalização ou realização de procedimento ambulatorial. A manifestação da infecção hospitalar pode ocorrer após a alta, desde que esteja relacionada com algum procedimento realizado durante a internação. Somente um profissional treinado (médico ou enfermeiro com qualificação especial em infecção hospitalar) pode relacionar sinais e sintomas de infecção com procedimentos realizados em unidades de saúde e realizar o diagnóstico de infecção hospitalar.