Fale Conosco

15 de julho de 2013

Governo promove audiência pública sobre Ligas Camponesas em Sapé



A Comissão Estadual da Verdade e da Preservação da Memória, em parceria com a Comissão Nacional da Verdade (CNV), promove nesta segunda-feira (15), em Sapé, uma audiência pública para ouvir depoimentos de trabalhadores rurais e lideranças ligados às Ligas Camponesas. O movimento organizado por camponeses, em defesa da reforma agrária, sofreu repressão do regime militar na década de 1960.

A audiência acontece na Escola Estadual de Ensino Médio e Fundamental Monsenhor Odilon Alves Pedrosa (EMOAP), no centro de Sapé, das 9h às 16h30. Além dos integrantes da Comissão Estadual, o evento vai contar com as presenças da coordenadora do grupo de trabalho Graves Violações de Direitos Humanos no Campo ou Contra indígenas, Maria Rita Kehl, e da coordenadora da Subcomissão Especial de Acompanhamento da Comissão da Verdade na Câmara dos Deputados, a deputada federal por São Paulo, Luíza Erundina.

Na audiência, as comissões e a frente parlamentar vão colher cinco depoimentos. Francisco de Assis Lemos, presidente Federação das Ligas Camponesas da Paraíba; Ophelia Amorim, advogada que defendeu os integrantes das ligas camponesas; Neide Araújo, filha de Pedro Inácio de Araújo, desaparecido ainda em 1964; Elizabeth Teixeira, presidente da Liga Camponesa de Sapé e viúva do líder camponês assassinado João Pedro Teixeira; Antonio Dantas, presidente da Liga Camponesa de Santa Rita. Além dos depoimentos, vão ser coletados documentos e outros dados de vítimas da repressão política.

Audiências - O presidente da Comissão Estadual da Verdade, professor Paulo Giovani Nunes, adiantou que mais duas audiências públicas estão programadas. Uma vai acontecer em Campina Grande e vai ouvir pessoas torturadas na cidade. Outra audiência vai ouvir estudantes paraibanos que foram presos no 30º Congresso da União Nacional dos Estudantes (UNE), no município de Ibiúna, em Minas Gerais, em outubro de 1968.

A Comissão Estadual – O grupo é constituído por sete participantes: Paulo Giovani Nunes (presidente); João Manoel de Carvalho; Irene Marinheiro; Lúcia Guerra de Fátima Ferreira; Iranice Gonçalves Muniz; Fábio Fernando Barbosa de Freitas e Waldir Porfírio. Nomeados pelo governador Ricardo Coutinho, os integrantes têm mandato de dois anos.