João Pessoa
Feed de Notícias

Comércio atinge R$ 34,541 bilhões em faturamento e emprega 121mil pessoas

sexta-feira, 26 de agosto de 2016 - 16:27 - Fotos: 

As receitas brutas das empresas do comércio da Paraíba atingiram R$ 34,541bilhões e empregavam 121 mil pessoas em 2014, segundo informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira (26), com a divulgação dos resultados da Pesquisa Anual do Comércio (PAC). O faturamento das empresas do setor apresentou crescimento nominal de 8,5% sobre o ano anterior (R$ 31,836 bilhões), descontados os efeitos da inflação, o que representa um crescimento real. Na comparação de 2007 a 2014, a expansão das receitas do setor chegou a 167,8%.

Por segmento, o comércio varejista liderou na receita bruta com R$ 17,161 bilhões, quase metade do total (49,7%), alta de 8,8% sobre o anterior. O comércio atacadista apresentou maior crescimento nas receitas (10,4) na comparação com o ano anterior, atingindo R$ 13,776 bilhões (39,9% do total), enquanto o comércio de veículos, peças de veículos e motocicletas cresceu apenas 0,4% e detinha 10,4% das receitas do setor comercial em 2014 (R$ 3,6 bilhões).

De acordo ainda com os dados da Pesquisa Anual do Comércio, quanto ao número de empresas do setor, as unidades cresceram 2,6%, passando de 23.555 estabelecimentos na Paraíba, em 2013, para 24.168 empresas, no ano seguinte. O setor varejista concentra 85,3% (20.670 do total), enquanto os segmentos de peças de veículos (7,4%) e de atacado (7,1%) tiveram participações menores.

EMPREGOS GERADOS - No quesito de empregos, o comércio apresentou 10,11% de crescimento de pessoas ocupadas no setor de 2013 para 2014 na Paraíba, passando de 109,981 mil trabalhadores para 121,1 mil. A expansão de 2007 para 2014 chegou a 44,67%, um amento de 37,3 mil postos. O comércio varejo concentra 74%, seguido do comércio de veículos e peças com 17% do total (20.568) e, em terceiro, por atacadistas (8,9% do total), atingindo 10,303 mil pessoas ocupadas no Estado. Já a remuneração média do setor comercial cresceu 9,3% de 2013 para 2014 (de R$ 908 para R$ 993). Levando em consideração o período de 2017-2014, o índice cresceu 108,4%.

DADOS NACIONAIS - No país, o comércio ocupou 10,7 milhões de pessoas em 2014. Em 2013, esse valor foi de R$ 2,7 trilhões, segundo dados da Pesquisa Anual do Comércio (PAC). A receita do setor, com 1,6 milhão de empresas comerciais, cresceu 7,3% em termos reais, aumento impulsionado pelo desempenho do segmento do comércio atacadista, cuja contribuição para o crescimento da receita foi de 3,7 pontos percentuais. O aumento, no entanto, é menor que em 2013 (8,9%), 2001 e 2012 (11,9%).

Para o gerente da pesquisa, Luiz Andrés Ribeiro, um dos dados que merecem destaque é o que aponta aumento da participação do comércio varejista ao longo dos anos da pesquisa, iniciada em 2007. “A participação passou de 39,8%, em 2007, para 43,4%, em 2014. Por outro lado, o comércio atacadista, que respondeu pela maior parcela da receita, apresentou pequena queda, passando de 44,9% para 44,4%, bem como o comércio de veículos automotores, peças e motocicletas cuja participação passou de 15,4%, em 2007, para 12,2%, em 2014”, disse.

Ribeiro destacou que esses resultados tiveram impacto principalmente, pela dinâmica do mercado de trabalho, do mercado de crédito e pela elevação da renda média da economia brasileira no período. O comércio varejista respondeu por 78,8% do número de empresas, com 1,3 milhão, e empregou 7,9 milhões de pessoas (73,7% do total).