João Pessoa
Feed de Notícias

Comerciantes comemoram as vendas na Feira do Milho da Empasa

terça-feira, 22 de junho de 2010 - 13:32 - Fotos: 
Cerca de 70 mil espigas de milho estão sendo vendidas, na 2ª edição da Feira do Milho. O preço da mão de milho, que corresponde a 52 espigas, varia de R$8,00 a R$15 reais. Este ano, não foi cobrada taxa para a comercialização. A falta de chuva prejudicou a safra do produto mais consumido nesta época do ano na Paraíba.
 
A expectativa da direção da Empresa Paraibana de Abastecimento e Serviços Agrícolas (Empasa) é superar o número do ano passado, onde foram vendidas 106 toneladas de milho. A direção da Empasa já comemora o resultado da feira este ano.

“Diante da previsão da pouca safra, a gente pode dizer que foi um sucesso. Isso porque, o consumidor já está tendo a consciência de que a Empasa é o lugar ideal para comprar. O evento também oferece a tranqüilidade e a disponibilidade pela estrutura formada”, ressalta o presidente Germano Targino.

Para atender a demanda, o milho veio, também, de estados vizinhos, a exemplo de Pernambuco e do Rio Grande do Norte. “Nós esperávamos um volume bem maior. Mas, como tem entrado milho irrigado de outros estados, a gente está conseguindo atender a demanda e o que é melhor, com um menor preço. O importante é que não vai faltar o milho para o consumidor neste período junino”, afirma o diretor de Operações José Tavares Sobrinho.

Para a 2ª edição da Feira do Milho, a Central de Abastecimento de João Pessoa recebeu uma decoração com temas da copa e das festas juninas. Buscando dar maior comodidade ao público foram montados banheiros químicos, barracas de artesanato e de comidas de milho.

Uma infraestrutura que, segundo o presidente da Associação dos Comerciantes da Empasa, Renato Ponciano, agradou quem vende e quem compra. “A preocupação era não conseguir suprir a demanda, mas a realidade é outra. Além do milho mais barato, o consumidor vai encontrar toda uma infraestrutura adequada”, diz.

Apresentações culturais

E neste clima junino, elas, também, se destacaram. As quadrilhas Flor de Mandacaru e a Xote e Baião, do Ernani Sátiro mostraram graça, beleza e contagiaram o público. O Grupo de Xaxado do Sesc, também, mostrou ao público a riqueza da cultura popular. Bandas como Tamborete de Forró deram o tom da festa.

Este ano, as gincanas com os comerciantes e funcionários animaram o evento. Segundo a coordenadora do evento, Silvana Alves, esta foi a primeira vez que o evento apostou neste tipo de entretenimento. “A integração entre funcionários, permissionários e comerciantes deu muito certo e pensamos em incluir na próxima edição da feira”, afirma.

Uma boa notícia para a comerciante Vanda Barbosa Lira, que trabalha há cinco anos na Empasa e aprovou a novidade. “Foi muito bom. A gente acaba saindo da rotina. Todos se divertem. É preciso que incluam essas gincanas em outras datas comemorativas”, diz.  

Adriana Saito, da Assessoria de Imprensa da Empasa