Fale Conosco

12 de dezembro de 2011

Começa nova edição do Curso Nacional de Promotor de Polícia Comunitária



A 9ª edição do Curso Nacional de Promotor de Polícia Comunitária foi iniciada nesta segunda-feira (12) com a participação de 41 inscritos, entre policiais militares, civis, bombeiros militares, além de representantes da sociedade civil organizada. A solenidade de abertura foi realizada no auditório da Academia de Ensino de Polícia (AEP), em Mangabeira, e contou com as presenças do secretário da Segurança e da Defesa Social, Cláudio Lima, entre outras autoridades.

O curso é promovido pela Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social (Seds), em parceria com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp/Ministério da Justiça), e tem como principal objetivo conscientizar os participantes para a necessidade de se estabelecer uma relação mútua de confiança entre a polícia e a comunidade. Até agora, 422 pessoas receberam a capacitação. O número é quase o dobro da média anual sugerida pela Secretaria Nacional de Segurança Publica.

O secretário Cláudio Lima destacou o 9ª curso como um marco para a segurança púbica na Paraíba, uma vez que os policiais formados nesta edição vão trabalhar no I Distrito Integrado de Segurança Pública, que reúne os bairros de Manaíra, São José, Bessa, João Agripino e áreas adjacentes.

“Essa turma vai atuar, efetivamente, dentro da primeira Área Integrada de Segurança Pública, onde teremos policiais civis e militares atuando juntos, sendo responsáveis pelo mesmo espaço. É o primeiro passo dentro do nosso projeto de compatibilização de áreas. Depositamos grande esperança nesse trabalho e os policiais formados neste curso serão os protagonistas dessa transformação”, afirmou o secretário.

O curso – As aulas do Curso Nacional de Promotor de Polícia Comunitária estão sob a responsabilidade de profissionais multiplicadores da filosofia da Polícia Comunitária, que abordarão assuntos relacionados aos direitos humanos e às atividades policiais no contexto social. As disciplinas contemplarão informações sobre como mobilizar a comunidade para atuar junto aos órgãos de defesa social e sobre como promover a mediação pacífica de conflitos.

A importância do bom relacionamento interpessoal e do conhecimento relacionado à gestão da segurança pública também será discutida durante o curso, que tem carga horária de 44 horas e se encerrará com um Curso Prático de Tiro e com a apresentação do Plano Operacional de Segurança feita pelo secretário Cláudio Lima.