João Pessoa
Feed de Notícias

Combate à pobreza e desigualdades sociais são debatidos pelo CDES

quarta-feira, 12 de maio de 2010 - 19:10 - Fotos: 
O secretário chefe da Casa Civil do Governo, Marcelo Weick, também integrante do Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES-PB), avaliou como produtivos os debates do colegiado que estão sendo realizados desde a segunda-feira (10) no Palácio da Redenção, em João Pessoa. “O engajamento das entidades que integram a CDES tem sido importante para o diagnóstico da realidade social da Paraíba, principalmente no tocante às desigualdades”, observou.

Na manhã desta quarta-feira (12), foram discutidas estratégias referentes à participação do CDES na gestão pública, combate à pobreza e as desigualdades sociais. À tarde, o 4° grupo temático abordou o ‘Desenvolvimento Regional’. Nesta quinta-feira (13), serão encerrados os debates com os temas ‘Ciência e Tecnologia’ e ‘Atividades Econômicas e Projetos Estruturantes’.

Os conselheiros discutiram gestão pública e combate à pobreza e as desigualdades sociais e definiram que a próxima reunião vai contar com a presença de os representantes do Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (IPEA), Instituto de Desenvolvimento Municipal e Estadual (Ideme), Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep) e Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), que deverão apresentar dados econômicos e sociais a serem usados como subsídios para identificar as regiões onde existem maiores índices de exclusão social.

Já o tema ‘Desenvolvimento Regional’ foi discutido tomando como base o que cada representante de instituição ou órgão participante poderia fazer para ajudar dentro de sua área de trabalho no processo de desenvolvimento dos municípios. Cada representante fez uma explanação da sua área e sugeriu encaminhamentos para a próxima reunião.     

Arlindo Almeida, assessor econômico da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep-PB), participou do grupo que discutiu ‘Desenvolvimento Regional’. Na ocasião, ele revelou a satisfação de discutir o planejamento econômico e o processo de desenvolvimento da Paraíba, já que interessam a todas as instituições públicas e privadas, e à sociedade civil. “A Paraíba só vai vencer as dificuldades e a posição que ocupa no ranking dos Estados brasileiros se conseguirmos fazer coisas novas, passando a oferecer um diferencial competitivo que pode garantir ao Estado ir recuperando aos poucos a posição que perdeu”, comentou.   

A partir dessas apresentações, o Conselho irá sugerir ações pontuais de atuação dos órgãos estaduais. Segundo Marcelo Weick, a idéia do Governo do Estado é que essas sugestões sejam incorporadas como políticas públicas. A próxima reunião está agendada para a primeira quinzena de junho deste ano. Todas as propostas serão levadas à reunião do CDES ainda no mês de junho, para que sejam apreciadas e votadas pelos 44 conselheiros.     

Ana Lustosa e Gledjane Maciel, com fotos de Alberi Pontes e Ernane Gomes, da Secom-PB