João Pessoa
Feed de Notícias

Com o novo grupo, população alvo da campanha atinge 1.946.386 pessoas

segunda-feira, 24 de maio de 2010 - 18:22 - Fotos: 
A Secretaria de Estado da Saúde (SES) estimou que a Paraíba deve imunizar 196.214 crianças, na faixa etária de 2 anos a menores de 5 anos, contra a gripe pandêmica H1N1, até o dia 2 de junho, quando a campanha de vacinação contra a gripe será encerrada, em todo o Brasil. A decisão de incluir esse novo grupo na estratégia nacional de imunização foi anunciada pelo Ministério da Saúde, na tarde da última sexta-feira (21), juntamente com o anúncio da prorrogação da vacinação contra a influenza A (para os grupos prioritários) e contra a gripe comum (para idosos). Com esse novo grupo, a população-alvo da campanha contra H1N1 aumenta para 1.946.386 pessoas.

Os pais ou responsáveis pelas crianças incluídas na campanha devem procurar um dos 1.007 unidades de saúde do Estado. O coordenador de Imunização da SES, Walter Albuquerque, garantiu que o Estado tem vacina suficiente para atender essa nova demanda e continuar vacinando as pessoas que integram os outros grupos prioritários, que ainda não estão protegidas contra a nova gripe. A campanha de vacinação deveria ter terminado na última sexta-feira, se, pelo menos, 80% da população-alvo tivesse sido imunizada.

Ele explicou que a vacinação para as crianças será feita em duas etapas. “Depois de tomar a primeira meia dose, elas devem voltar ao posto de saúde após 21 dias e tomar a segunda metade”, afirmou. Walter disse que desde o início da campanha, em março deste ano, o Ministério da Saúde tinha um estoque estratégico do imunizante com cerca de 10 milhões de doses para atender a alguma eventualidade, como por exemplo, perda ou falta da vacina e, como isso não aconteceu, o MS decidiu incluir as crianças entre 2 e menores de 5 anos (ou seja até 4 anos, 11 meses e 29 dias).

Vulneráveis – Ele afirmou que depois dos grupos já incluídos na estratégia nacional de vacinação (crianças entre 6 meses e menores de 2 anos, gestantes, doentes crônicos, indígenas, profissionais de saúde e jovens e adultos entre 20 e 39  anos), as crianças entre 2 a 5 anos incompletos mostrou-se ser o grupo mais vulnerável à gripe pandêmica. “Fazemos um apelo aos pais que aproveitem a prorrogação da campanha e não deixem de levar seus filhos aos postos de vacinação para serem imunizados, como também aquelas pessoas dos grupos prioritários anteriores e que ainda não foram imunizadas. Há vacina para todos”, garantiu.

Até a tarde desta segunda-feira (24), a Paraíba já tinha vacinado 239.586 idosos contra a gripe comum o que representa 58,42% das 410.140 mil pessoas com 60 anos e mais.  Com relação à gripe H1N1 já foram vacinados 1.248.477 pessoas totalizando 72% da população a ser vacinada, da população estimada anteriormente (1.750.172). O Estado já vacinou 100% dos trabalhadores da saúde e das crianças menores de dois anos. Na população indígena a meta alcançada, até agora, foi de 98%; das gestantes 73%; portadores de doenças crônicas, 81%; jovens entre 20 e 29 anos 68%; e de 30 a 39 anos, 60%.  

Da Assessoria de Imprensa da SESPB