João Pessoa
Feed de Notícias

Com apoio do Governo, associação finaliza galpão de recicláveis no Sertão

quarta-feira, 2 de outubro de 2013 - 10:36 - Fotos:  Secom-PB

O Governo do Estado, por meio do Projeto Cooperar, investiu R$ 400 mil na construção de um galpão de material reciclável e estruturação dos serviços, em Bonito de Santa fé, no Sertão paraibano. A obra está sendo finalizada e vai beneficiar 45 integrantes da Associação de Catadores de Materiais Recicláveis da cidade, a Ascamar.

A construção do espaço vai reforçar o trabalho do grupo. A associada Maria de Fátima dos Santos lembra que, antes da Ascamar, os catadores trabalhavam em condições precárias. Faltavam equipamentos de proteção e o grupo ainda enfrentava problemas com atravessadores. “Decidimos formar o grupo para melhorar o serviço, produzir mais e ampliar os lucros. O investimento do Governo, por meio do Cooperar, tem ajudado muito nesse sentido”, destacou a catadora.

O dinheiro liberado pelo Governo ajudou a adquirir uma prensa, um caminhão, equipamentos de higiene e segurança (como luvas e máscaras), além de possibilitar a construção do galpão. “Essa estrutura vai nos auxiliar ainda mais”, ressaltou a presidente da Ascamar, Rita da Silva Miguel. Segundo ela, o galpão está em fase de acabamento e deve ser entregue, neste mês de outubro. “Vamos profissionalizar ainda mais o trabalho. Já vivemos outra realidade se compararmos com o início da associação, mas queremos avançar mais”, disse.

A presença da Ascamar no dia-a-dia de Bonito de Santa Fé mudou a rotina da cidade. Nas escolas, a educação ambiental está presente. “Eu ajudo a minha mãe a separar plástico, papel, alumínio”, conta o estudante do ensino fundamental, Vinícius Dias. Nas ruas, é possível ver sacolas com materiais recicláveis na frente das casas ou ainda nos pontos de coleta espalhados pela cidade. “Essa é uma iniciativa que vem ganhando cada vez mais destaque no município, com aprovação total da população”, reforça a secretária de Administração do município, Maria do Socorro Pires.

De acordo com o gestor do Cooperar, Roberto Vital, o subprojeto de reciclagem de resíduos sólidos em Bonito de Santa Fé já é considerado modelo e referência para outros Estados. Ele lembra que mais dois subprojetos estão em andamento, um na região de Pombal e outro na região de Itabaiana. O investimento é parecido, cada um em torno de R$ 400 mil. “Nossa ideia é dar condições dignas a essas pessoas que, muitas vezes, não têm outra fonte de renda e precisam apenas de um pouco de mais atenção”, finalizou o gestor.