João Pessoa
Feed de Notícias

Com ajuda da Emater, agricultora de 83 anos cultiva hortaliças e fabrica bolos

quarta-feira, 4 de setembro de 2013 - 15:40 - Fotos: 

A agricultora Maria Alves Barbosa, 83, residente no Sítio Filgueiras, no município de Sobrado, trabalha na fabricação de bolos pé-de-moleque e na produção de hortaliças agroecológicas, que comercializa semanalmente na Feira do Produtor realizada na sede da Emater Paraíba, em João Pessoa.

Como já tinha experiência na fabricação de pé-de-moleque, dona Maria Barbosa disse que ao chegar ao sítio onde reside atualmente, iniciou a fabricação para comercializar nas cidades vizinhas, até que, por meio da Associação de Desenvolvimento Comunitária procurou o escritório da Emater e, em pouco tempo, se integrou ao grupo de agricultores participantes da Feira do Produtor, que estava sendo inaugurada.

Há dez anos, Maria Alves vende seus produtos agrícolas, além dos bolos pé-de-moleque. “Durante esse tempo, só deixamos de participar um dia desta feira, que é uma coisa muito boa para nós”, comentou.

A propriedade é de nove hectares, adquirida há quinze anos. A compra da terra ocorreu depois de percorrer alguns lugares tentando sobreviver, inclusive em São Paulo. “Minha vontade era voltar a viver no campo e, então, surgiu uma oportunidade de comprar essa terra. Aqui estamos”, afirma Maria Alves.

A rotina é puxada. Dona Maria acorda cedo para cuidar da plantação com rega manual. Quando chega a quarta-feira, começa o preparo dos bolos. Nesse momento, a filha ajuda a mexer a massa, mas o tempero e o preparativo na palha da bananeira são conduzidos pela agricultora. “A gente até tenta fazer com que nossa mãe não trabalhe, mas ela costuma dizer que é dessa maneira que ocupa seu tempo. Ela diz que está fazendo o que gosta”, garante a filha.

O marido da agricultora, Ivan Barbosa, destacou que foi a partir do assessoramento recebido da Emater, quando os extensionistas orientaram na produção de bolos e nas atividades do sítio, que o casal conquistou estabilidade financeira. Ele já pensa em ampliar a atividade agrícola para se afastar das vendas que exerce nas feiras livres das cidades vizinhas. “Talvez amplie a criação de galinha de capoeira”, planeja.