João Pessoa
Feed de Notícias

Coleta seletiva nas repartições públicas é tema de seminário na Capital

terça-feira, 29 de novembro de 2011 - 21:33 - Fotos:  João Francisco/Secom-PB

A separação e recolhimento dos resíduos descartados pelas repartições estaduais foram debatidas no Seminário “Coleta Seletiva Solidária para os Órgãos Públicos do Governo do Estado”, que ocorreu nesta terça-feira (29), no auditório da Empresa Paraibana de Abastecimento e Serviços Agrícolas (Empasa), em João Pessoa. No evento, foi apresentado aos representantes dos órgãos públicos o manual elaborado para orientar a maneira correta de fazer a coleta e mostrar modelos já existentes, como é o caso da Empasa, que realiza a compostagem.

Esta é a primeira etapa, com o ensinamento da metodologia de como os órgãos devem conduzir o trabalho, atendendo a Lei Estadual nº 9.293. A Lei instituiu o Programa de Beneficiamento de Associações e Cooperativas dos Catadores de Materiais Recicláveis da Paraíba, com a separação dos resíduos recicláveis descartados pelos órgãos e entidades da administração pública estadual direta e indireta, na fonte geradora, e a sua destinação às associações e cooperativas dos catadores de materiais recicláveis.

De acordo com o secretário executivo da Secretaria de Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia (Serhmact), Fábio Agra, que responde pela coordenação da Comissão Estadual de Coleta Seletiva Solidária, caso seja necessário, as administrações podem pedir, isoladamente ou de forma coletiva, mais orientações sobre o assunto, visto que a comissão é formada por especialistas atuantes da área ambiental. “A coleta seletiva é importante para a sociedade, pois gera o desenvolvimento sustentável do planeta, com vantagem para o meio ambiente, diminuindo todo tipo de poluição”, reforça.

Estiveram presentes representantes de órgãos como Empasa, Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema), e Instituto Federação de Educação, Ciência e Tecnologia (IFPB) – Campus de Cabedelo.

Separação – Coleta seletiva de lixo é um processo que consiste na separação e recolhimento dos resíduos descartados por empresas e pessoas. Desta forma, os materiais que podem ser reciclados são separados do lixo orgânico (restos de alimentos). Pilhas e baterias também são separadas, pois quando descartadas no meio ambiente provocam contaminação do solo. Os lixos hospitalares também merecem um tratamento especial.