Fale Conosco

25 de outubro de 2013

Colégio Estadual da Prata comemora 60 anos de fundação



A Escola Estadual Dr. Elpídio de Almeida, conhecida como Estadual da Prata ou ‘O Gigantão’, em Campina Grande, está completando 60 anos de existência. Nessa quinta-feira (24), a escola realizou uma solenidade de comemoração, onde estiveram presentes pais, alunos, ex-alunos, professores, funcionários e autoridades.

A abertura do evento foi realizada pela Orquestra Filarmônica Epitácio Pessoa. Durante a programação também houve apresentações culturais, depoimentos de ex-alunos e ex-funcionários, exposição e divulgação de projetos. De acordo com a atual gestora, Edineis Neves, além de realizar diversos projetos e mostras pedagógicas, desde 2003 a escola mantém uma exposição permanente no salão nobre da instituição, onde são expostas fotografias, recortes e mobiliário que fizeram parte da história da escola.

O Estadual da Prata é uma escola que historicamente vem formando a sociedade campinense. Ao longo desses 60 anos, primou pela qualidade do ensino público, mostrando resultados positivos à população. É uma escola que já descobriu vários talentos no passado e continua descobrindo até hoje”, destacou a gestora.

Com 1.475 alunos matriculados, ‘O Gigantão’, assim chamado em virtude da sua grandiosidade é, ainda hoje, referência de ensino público de qualidade na cidade de Campina Grande. Possui o Programa Ensino Médio Inovador (Proemi), onde os alunos permanecem na escola em período integral; o Ensino Médio Integrado ao Profissionalizante, com os cursos de Secretariado, Comércio e Administração, e ainda o Ensino Médio Regular no turno noturno. Em 2012, 130 alunos foram aprovados na 1ª chamada do vestibular de instituições públicas da cidade.

Inaugurada em 31 de janeiro de 1953, a escola foi a primeira a disponibilizar ensino secundário gratuito na cidade, modalidade que hoje corresponde ao Ensino Médio. Grandes nomes da política e cultura nacional já passaram pela história do Estadual da Prata, a exemplo do jornalista José Nêumanne Pinto, da cantora Elba Ramalho e do ex-governador da Paraíba, Ronaldo Cunha Lima.

Para homenagear esses ilustres estudantes que já passaram pela escola, os alunos criaram um cordel, com o apoio e incentivo do poeta Manoel Monteiro, intitulado: ‘O Estadual da Prata Faz Parte da Nossa História’. O cordel foi apresentado na solenidade em comemoração ao aniversário da escola.