Fale Conosco

13 de março de 2018

Colaboradores do Hospital de Trauma são premiados em atividades referentes à Campanha de Segurança do Paciente



IMG 20180312 WA0043 270x202 - Colaboradores do Hospital de Trauma são premiados em atividades referentes à Campanha de Segurança do PacienteAs equipes da Pediatria, Unidade de Tratamento de Queimados (UTQ), Gerência de Enfermagem, Agendamento Cirúrgico e do Centro de Diagnóstico de Imagem (CDI) do Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, receberam pontuação máxima nas atividades referentes aos protocolos de segurança na prescrição, uso e administração de medicamentos desenvolvidos pela instituição.

Na ocasião, os colaboradores foram premiados e ganharam uma placa de reconhecimento pelos trabalhos prestados. A ação fez parte das atividades relativas à Campanha de Segurança do Paciente, desenvolvida pelo hospital.

De acordo com a consultora do Núcleo da Qualidade, Andreza Neves, o principal objetivo é atualizar e corrigir eventuais desconformidades nos atendimentos. “Neste módulo, explicamos aos nossos funcionários que o processo da administração correta de um medicamento vai muito além de aplicar uma injeção no paciente. Por ser um processo longo e que envolve mais de um profissional de saúde, está passível de erros. Para minimizar as falhas temos que respeitar as orientações do regulamento e seguir corretamente os protocolos desenvolvidos exclusivamente para esta atividade”, destacou.

IMG 20180312 WA0046 270x202 - Colaboradores do Hospital de Trauma são premiados em atividades referentes à Campanha de Segurança do PacienteA técnica de enfermagem da observação pediátrica, Luciene Barbosa, uma das premiadas, explicou a importância da iniciativa. “A ação é de extrema relevância, afinal de contas, sempre estamos nos atualizando e tendo a oportunidade de corrigir as falhas para que os nossos serviços possam ser executados com excelência e segurança aos pacientes”, frisou.

A campanha Segurança do Paciente tem como objetivo garantir a qualidade na assistência prestada, reduzindo os riscos e danos ao paciente. As atividades se encerram em abril e utilizará seis protocolos de segurança do paciente, através de treinamentos in loco e conscientização dos colaboradores.