Fale Conosco

7 de março de 2016

Colaboradores do Hospital de Trauma-JP comemoram encerramento do Curso de Libras



Foi encerrado, no auditório do Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, o primeiro Curso de Libras oferecido aos colaboradores da unidade hospitalar. O curso aconteceu por meio de uma parceria firmada com a Fundação Centro Integrado de Apoio ao Portador de Deficiência (Funad).

Por ser um hospital que sempre recebe pessoas com deficiência auditiva, a direção tomou a iniciativa de oferecer às vítimas excelência no atendimento. “Os pacientes com esse tipo de deficiência internados na unidade hospitalar sentem dificuldade de se comunicar com a equipe da assistência. Sensibilizados com a existência dessa barreira, decidimos firmar parceria com a Funad”, explicou o diretor administrativo do Hospital de Trauma, Sidney Schmid.

O primeiro módulo do curso, que teve início no mês de novembro de 2015, ofereceu carga horária de 40h e contou com a participação de nove colaboradores da instituição de saúde. O segundo módulo está previsto para ser realizado ainda neste semestre.

O assessor da Direção Técnica da Funad, Júnior Fideles, que representou a Fundação no encerramento do curso, falou sobre a iniciativa. “Parabenizo os administradores do Hospital e Emergência e Trauma. A qualificação dos profissionais que lidam diretamente com o paciente surdo é uma ponte para estabelecer a comunicação entre eles, rompendo barreiras”, ressaltou.

Eloane Marques, ministrante do Curso de Libras, expressou sua satisfação. “A disseminação da língua dos sinais dentro de um complexo hospitalar é muito importante, e traz tranquilidade e segurança ao usuário porque ele se faz entendido e isto reflete significativamente no processo de recuperação”, frisou.

A colaboradora Daiana Santos ressaltou a importância do curso para sua vida profissional e pessoal. “Senti-me desafiada a fazer o curso de libras, pois aprender essa nova linguagem vai me proporcionar muito enriquecimento nas diversas áreas da minha vida, além de ter me apaixonado pelo curso”, finalizou.