João Pessoa
Feed de Notícias

Codata representa Paraíba em encontro nacional sobre tecnologia da informação

sexta-feira, 21 de setembro de 2012 - 09:57 - Fotos:  Divulgação

A Companhia de Processamento de Dados da Paraíba (Codata) está participando do  Seminário Nacional de Tecnologia da Informação e Comunicação para Gestão Pública. O evento, que teve início na última quarta-feira (19), segue até hoje (21) na cidade de Gramado, no Rio Grande do Sul. O encontro esta sendo promovido pela Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (Abep), em parceria com a Companhia de Processamento de Dados do Estado do Rio Grande do Sul e tem o apoio organizacional da Opus Promoções.

Este ano o seminário traz como temática central, “Dados Abertos: uma (R) Evolução do e-Gov”. O evento é considerado um dos mais importantes na área de TIC do Brasil e tem o objetivo de reunir gestores públicos, pesquisadores e profissionais das entidades estaduais de Tecnologia da Informação, para discutir e aprimorar as políticas de informática (modelos e experiências de informatização) e mostrar o papel da tecnologia da informação no aperfeiçoamento da gestão pública e atendimento ao cidadão.

Sobre o prêmio – O Prêmio e-Gov foi criado em 2002, pela ABEP, e pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e tem por objetivo reconhecer e incentivar o desenvolvimento de projetos e soluções de governo eletrônico nas administrações públicas federais, estaduais e municipais, bem como divulgar as iniciativas que, com o uso das Tecnologias da Informação e da Comunicação, visem a modernizar a gestão pública em benefício do cidadão brasileiro.

Para o presidente da Codata, George Henriques, o evento é de fundamental importância, uma vez que, além de reciclar, possibilita a troca de experiência e futuras parcerias para a Paraíba. “A nossa participação neste seminário é essencial para o desenvolvimento da Companhia, pois trocamos experiências, conhecemos novos projetos e soluções a fim de melhorar nossos serviços”, afirmou o presidente.