Fale Conosco

14 de julho de 2011

Codata contrata estagiários aprovados em processo seletivo



A Companhia de Processamento de Dados da Paraíba (Codata) passou a contar nesta semana com a colaboração de sete estagiários, sendo seis deles na área técnica e um na área administrativa. Eles foram aprovados em processo seletivo para credenciamento de estudantes do ensino superior realizado em julho do ano passado.

Os novos colaboradores são alunos de instituições como o Instituto Federal de Ciência, Educação e Tecnologia (IFPB) e Universidade Federal da Paraíba (UFPB), dos cursos de Redes de Computadores, Sistemas para a Internet, Ciência da Computação e Administração.

De acordo com a Gerência de Recursos Humanos, os estagiários ganharão experiência atuando nas Gerências de Desenvolvimento, de Suporte e Administrativa e, em contrapartida, disponibilizarão fôlego novo para os projetos e ações da Codata, já em execução. Eles serão supervisionados pelos gerentes Christhiny Masiero e Marcus Alves.

“A experiência é benéfica para ambos os lados. O estudante em treinamento profissional poderá aplicar na prática, e em um ambiente real, os ensinamentos oferecidos pelos cursos de graduação. Já a empresa ganha com a renovação de conhecimento. Nossos analistas acabam interagindo e conhecendo o que a academia anda discutindo e percebendo os novos direcionamentos. Há sem dúvida uma injeção de ânimo e de vigor nos trabalhos a serem realizados”, avalia a gerente interina de desenvolvimento, Christhiny Masiero.

Segundo edital referente ao certame, o estágio terá duração de um ano, podendo ser prorrogado até o limite de dois anos.

A contratação vem ao encontro da política de modernização que está sendo adotada pela companhia, que é responsável pela Tecnologia de Informação do Estado. “Precisamos modernizar a estrutura da Codata, tanto fisicamente como em relação ao seu quadro pessoal. Isso será feito através da aquisição de novos equipamentos, de capacitação técnica para nossos funcionários e da realização de concurso público. Esta é a intenção da atual gestão, inclusive, para melhorar o atendimento e os serviços que oferecemos ao Governo do Estado e, por conseqüência, à sociedade. Tão logo houver condições para o cumprimento dessas metas, estas serão colocadas em prática”, declarou George Henriques, presidente da Codata.