João Pessoa
Feed de Notícias

Clementino Fraga orienta população sobre a doença em feiras livres de JP

terça-feira, 23 de março de 2010 - 17:19 - Fotos: 

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) elaborou uma programação especial para lembrar o Dia Mundial de Combate à Tuberculose, que acontece nesta quarta-feira (24). O Complexo Hospitalar Clementino Fraga (CHCF), serviço de referência no Estado para o tratamento de pacientes com doenças infecto-contagiosas, vai realizar uma série de atividades durante quatro dias em locais diferentes da Capital. Equipes multiprofissionais vão dar assistência à população, com a finalidade de identificar sinais da doença em feiras livres da cidade. A ação tem o apoio do Núcleo de Doenças Endêmicas da SES e do Laboratório Central do Estado (Lacen).

A programação será iniciada às 8h no hospital, com uma missa em ação de graças, seguida de um café da manhã aos participantes. Simultaneamente, acontecerá a atividade principal da programação batizada de ‘Saúde Itinerante nas Feiras’. O objetivo é identificar, orientar e esclarecer à população que transita nas principais feiras livres de João Pessoa, sobre os sintomas respiratórios que sugerem a doença. O hospital também vai oferecer exames bacteriológicos de escarro.

O trabalho das equipes multidisciplinares alertando sobre o contágio, os sintomas e o tratamento da doença acontecerá nas seguintes feiras: Jaguaribe (nesta quarta-feira), Mercado Central (no sábado, 27), Mangabeira (domingo, 28) e Oitizeiro (10/04). Haverá a distribuição de materiais educativos, como cartazes, folders e panfletos. Aproveitando a oportunidade, também serão realizados testes rápidos de HIV.

“É muito importante aproveitarmos esse dia para esclarecer à população sobre as formas de combate à tuberculose, pois essa doença continua sendo um grande problema de saúde pública, principalmente por causa do aparecimento da Aids. Sabemos que o HIV reduz a imunidade do organismo e um das primeiras infecções que aparecem é a tuberculose”, alertou.

Casos – Num comparativo dos três últimos anos, o Núcleo Hospitalar de Epidemiologia do Clementino Fraga notificou, em 2009, 727 casos de tuberculose. Já em 2008, foram registrados 661, enquanto em 2007 foram diagnosticadas 570 pessoas. De 2007 para 2008, houve um aumento de 10% no número de casos. Comparando 2005 e 2009, o aumento foi de 27,54%.

Entre os casos, a forma predominante da tuberculose é a pulmonar, com 86% dos casos notificados, 13% para a extra-pulmonar e 1% das duas formas (pulmonar e extra-pulmonar). Em relação ao sexo, houve um aumento na ordem de 15% para o sexo masculino, em 2009, comparado ao ano de 2008.

Quanto ao fator idade, houve uma concentração na faixa etária de 20 a 49 anos, somando 501 casos, o que corresponde a 69% dos registros de janeiro a dezembro de 2009. Já em relação à localização geográfica, há predominância de casos na zona urbana, registrando-se 91% do total. Dos dados de entrada no hospital, observa-se que 81% das notificações correspondem a casos novos, 12% a reingressos, após abandono, 6% de casos reincidentes e 1% por transferência.

Da Assessoria de Imprensa do Complexo Hospitalar Clementino Fraga