Fale Conosco

8 de janeiro de 2018

Circuito Verão Jovem ocupa recesso do calendário escolar dos socioeducandos da Fundac



fundac circuito verao jovem 4 270x191 - Circuito Verão Jovem ocupa recesso do calendário escolar dos socioeducandos da FundacO recesso do calendário letivo escolar nas unidades socioeducativas da Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente ‘Alice de Almeida’ (Fundac) pela primeira vez ganhará um novo caráter ocupacional. O Projeto “Circuito Verão Jovem”, desenvolvido em parceria com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano e a Secretaria de Estado da Educação, foi apresentado aos responsáveis pelas unidades socioeducativas e oferecerá, durante este mês de janeiro, atividades artístico-desportivas aos alunos da Escola Socioeducativa Cidadã Integral.

O Circuito Verão Jovem é uma ação da diretória técnica da Fundac, por meio das coordenações de eixos. Trata-se da realização de uma série de atividades de esportes, artes e lazer que ocuparão o recesso do calendário letivo escolar nas sete unidades socioeducativas do estado por meio de oficinas, recreações e gincanas. A ação se justifica pelo fato das atividades artístico-desportivas serem elementos ocupacionais pedagógicos de grande interesse dos socioeducandos, por apresentarem em seu conteúdo subsídios lúdicos práticos e de fácil compreensão.

Segundo Nilton Santos, coordenador do eixo Cultura, Esporte e Lazer, o principal objetivo do projeto Circuito Verão Jovem é preencher a lacuna das férias com ações que estimulem a convivência pacífica dos socioeducandos, bem como promover o bem estar e a saúde mental e física dentro das unidades para cumprimento de medidas; despertando habilidades e valores necessários para que esses jovens em formação se tornem cidadãos integrais, conscientes e dispostos a assumir uma conduta protagonista ao longo das suas vidas.

fundac circuito verao jovem 7 270x191 - Circuito Verão Jovem ocupa recesso do calendário escolar dos socioeducandos da Fundac“O Circuito Verão Jovem pretende aquecer os corações dos jovens, misturando diversão com aprendizado de vida, aliando educação, saúde, esportes e artes com o sentimento de pertencimento à sociedade. Para que isto ocorra, serão organizadas atividades externas de esportes e cultura, através de excursões pedagógicas ao teatro, cinema, planetário, ginásios e museus – equipamentos culturais do Estado, como uma forma de apresentar as instituições culturais acessíveis à população. É preciso mostrar a estes jovens a existência de opções variadas de lazer e que as práticas esportivas e culturais fortalecem as relações de convivência, estimulando o sentido ativo de cidadania, solidariedade e tolerância, criando meios para o diálogo intercultural dos jovens na sociedade” explicou Nilton Santos.

Para Roberta Alencar, coordenadora do eixo Educação, o projeto busca ainda estabelecer relações entre a educação formal e a educação para o lazer como meio privilegiado para o desenvolvimento pessoal e social dos socioeducandos. “Ao tempo em que garante o direito básico ao lazer, busca-se também garantir possibilidades de reflexões sobre as liberdades de escolha, o estímulo à criatividade e também criar estratégias que favoreçam aos adolescentes e jovens internos o conhecimento de si próprios e de suas relações de interdependência com o tecido social do qual fazem parte. O Projeto privilegia o lazer como elemento de mudança e transformação, estimulando sua função como fator de humanização”, disse Roberta.

fundac circuito verao jovem 2 270x191 - Circuito Verão Jovem ocupa recesso do calendário escolar dos socioeducandos da FundacO Projeto Circuito Verão Jovem envolverá todos os adolescentes internos das unidades socioeducativas e contará com a participação de todos os profissionais das unidades da Fundac, realizando ações internas e externas conforme o perfil do socioeducando. As atividades serão distribuídas por módulos: Curto-circuito; Viagem ao espaço; Papo Mil Graus; Copa Verão de Futebol; Colorindo o Verão; Cine Verão; e Jogada de Mestre, que serão adaptados pela equipe realizadora, seguindo as necessidades de cada unidade socioeducativa.