João Pessoa
Feed de Notícias

Circuito de exposição em João Pessoa e Campina Grande comemora Dia do Artesão

quinta-feira, 19 de março de 2015 - 17:05 - Fotos: 

As comemorações referentes ao Dia do Artesão começaram na manhã desta terça-feira (19), com a abertura do Circuito de Artesanato Paraibano. O evento segue até 27 de março, nos principais shoppings de João Pessoa e Campina Grande. Mais de 700 profissionais do setor estão sendo beneficiados graças a uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Turismo e do Desenvolvimento Econômico (Setde) e do Programa de Artesanato da Paraíba (PAP).

A gestora do PAP, Lu Maia, lembrou que o circuito homenageia os artesãos e, ao mesmo tempo, mostra ao público a importância de estimular o artesanato paraibano. “A data de hoje significa um dia de luta, de reivindicação. Mas também é um dia de reconhecimento pelo trabalho que o Governo vem proporcionando a todos os artesãos paraibanos com o objetivo de promover o desenvolvimento econômico, cultural e social”, afirmou.

Ainda de acordo com Lu Maia, o circuito está acontecendo nos shoppings Mag (piso dos cinemas), Manaíra (praça de eventos) e Mangabeira (praça da alimentação), em João Pessoa. Em Capina Grande, o Shopping Partage está abrigando o evento. São cerca de 300 artesãos distribuídos nesses locais. Porém, se formos somar os membros de cooperativas e associações paraibanas que encaminharam seus trabalhos para serem expostos, o número chega a mais de 700 beneficiados.

No Circuito de Artesanato, o visitante terá acesso a peças das mais variadas tipologias que vão desde o couro, cerâmica, madeira, brinquedos populares e metal até a tecelagem. O evento fica aberto ao público no horário comercial, das 10h às 22h.

Produção e escoamento – Maria de Lourdes Pereira de Amorim, 61, trabalha há 20 anos como artesã profissional, no segmento de habilidades manuais. Ela começou a fazer suas próprias bonecas de pano ainda criança, aprendendo com a mãe. Depois de modernizar a técnica, passou a utilizar os artigos como fonte de renda familiar. “Estamos na expectativa de vendermos. O circuito ajuda bastante porque é uma ocasião em que recebemos muitas encomendas e, assim, vendemos nossa produção”, explicou.

Quem também está no grupo de expositores do circuito é Aroldo Jackson de Araújo, 59. O artesão confecciona mini mobília e elogiou mais uma oportunidade promovida pelo Governo do Estado para expor suas peças. “O Programa de Artesanato, de forma geral, é muito importante para o artesão paraibano. Se não fosse o programa, como teríamos a oportunidade de mostrar nosso trabalho em um shopping?”, perguntou. “O Circuito do Artesanato é mais um desses eventos oportunos em nosso calendário”, enfatizou.