Fale Conosco

13 de março de 2012

Cinep e Sine Paraíba concluem pré-seleção para vaga na Fiat



O Governo do Estado, por meio da Companhia de Desenvolvimento da Paraíba (Cinep) e do Sistema Nacional de Emprego na Paraíba (Sine-PB), conclui nesta sexta-feira(16), em Pitimbu, e sábado (17), em Alhandra, o processo de pré-seleção de 1,3 mil trabalhadores, que serão capacitados profissionalmente, visando vaga na construção da fábrica da Fiat, no município de Goiana, em Pernambuco. A diretora presidente da Cinep, Margarete Bezerra Cavalcanti, informou que poderão se inscrever pessoas de qualquer município, conforme recomendação da Procuradoria Regional do Trabalho da 13ª Região.

Segundo informou Margarete Bezerra, não será mais necessário comprovar residência nos municípios de Alhandra, Pitimbu, Caaporã e Pedras de Fogo para participar da pré-seleção. “Houve uma recomendação do Ministério Público do Trabalho no sentido de que não houvesse essa discriminação de localização. As próximas pré-seleções, que vão ser em Alhandra e Pitimbu, ficam abertas para moradores de qualquer localidade”, explicou. A recomendação ocorreu em audiência pública e orientou que a pré-seleção fosse feita independente de origem, sexo, opção política, raça ou distinção de qualquer natureza dos candidatos.

O Sine, que ficou responsável por realizar a pré-seleção, já finalizou o cadastro nos municípios de Caaporã e Pedras de Fogo. Foram cadastradas mais de 800 pessoas para os dois municípios, sendo cerca de 400 só em Pedras Fogo e um número superior a 400 em Alhandra, de acordo com informações da gerente executiva de Emprego, Trabalho e Renda do Sine, Deise Raquel Bezerra Farias.

No total, a Fiat deve contratar sete mil pessoas, sendo 804 o número de vagas destinadas à Paraíba. A pré-seleção será estendida a 1,3 mil candidatos para garantir uma margem de segurança, mas de acordo com Deise, os trabalhadores qualificados poderão ser reaproveitados em outras empresas.

Ela disse, também, que esse cadastro passará ainda por uma triagem, eliminando, por exemplo, pessoas com problemas na documentação pessoal apresentada. “Muita gente não tinha carteira profissional, número de PIS e CPF”, exemplificou a gerente.

Após esta primeira etapa, da pré-seleção, serão oferecidos os cursos, que serão divididos entre as oito funções solicitadas pela empresa: ajudante, armador, carpinteiro, motorista de veículos pesados, motoristas de veículos leves, pedreiro, pintor e servente.