João Pessoa
Feed de Notícias

Cine Bangüê faz sessão de lançamento de ‘Charlote SP’ com presença do realizador Frank Mora

terça-feira, 29 de novembro de 2016 - 09:09 - Fotos:  Divulgação

Primeiro longa brasileiro todo filmado com câmera de celular, o filme “Charlote SP” chega a João Pessoa neste sábado (3), em sessão de lançamento seguida de debate com o seu realizador, Frank Mora. A exibição acontece às 18h, no Cine Banguê do Espaço Cultural José Lins do Rego. A entrada custa R$ 10 (inteira) e R$ 5 (estudante).

Filmado em diversas locações icônicas de São Paulo o filme traz a cidade não só como um pano de fundo, mas gira em torno da relação estabelecida entre ela e os personagens. Charlote (Fernanda Coutinho) é uma modelo internacional, filha de um rico empresário paulistano, que decide voltar ao Brasil após longa temporada em Londres. Sentindo a falta de um propósito em sua vida, procura Marcelo Scorsésar (Guilherme Leal), um antigo amigo cineasta que a ajuda a redescobrir sua vida na maneira como convive com a cidade. 

Do reencontro com Scorsésar surge a ideia de realizarem um filme. A história, que guarda paralelos com a vida da protagonista que já foi modelo na Europa e, além de atuar, também produz o longa pretende se apresentar como uma jornada de autodescoberta e reflexão. Além de Frank Mora, Alexei José também assina o roteiro do filme que totaliza 118 minutos. O elenco traz Fernanda Coutinho (Charlote), Guilherme Leal, Fernão Lacerda, Thais Piza, Jac Cordeiro e Deneli Rodriguez.

O Mestre e o Divino – Além de “Charlote SP” o Cine Bangüê exibe, neste sábado, “O Mestre e o Divino”, documentário dividido por Tiago Campos. Nele, dois cineastas retratam a vida na aldeia e na missão de Sangradouro, Mato Grosso: Adalbert Heide, um excêntrico missionário alemão, que, logo após o contato com os índios, em 1957, começa a filmar com sua câmera Super-8, e Divino Tserewahú, jovem cineasta Xavante, que produz filmes para a televisão e festivais de cinema desde os anos 1990. Entre cumplicidade, competição, ironia e emoção, eles dão vida a seus registros históricos, revelando bastidores bem peculiares da catequização indígena no Brasil. A sessão deste sábado (3) é exibida às 16h. 

Serviço:

03/12 | Cine Bangüê

16h: O Mestre e o Divino

18h: Charlote SP * Lançamento seguido de debate com realizador Frank Mora

Preços: R$ 5 (meia-entrada) e R$ 10 (inteira)

Informações: (83) 3214.7147