Fale Conosco

10 de dezembro de 2010

Cinco municípios concentram mais da metade do PIB da Paraíba



Cinco municípios concentraram mais da metade de todas as riquezas produzidas na Paraíba, em 2008. O Produto Interno Bruto (PIB) de João Pessoa, Campina Grande, Cabedelo, Santa Rita e Patos somou R$ 14,8 bilhões, naquele ano. Esse valor representou 57,7% do total da economia paraibana, em 2008, que foi R$ 25,7 bilhões. Os dados econômicos foram divulgados, nesta sexta-feira (10), pelos Institutos de Desenvolvimento Municipal e Estadual (Ideme) e Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

João Pessoa continua como a principal economia entre os 223 municípios paraibanos. O PIB da capital paraibana chegou a R$ 7,6 bilhões em 2008. O valor é 13,33% maior do que o Produto Interno Bruto registrado em 2007. Campina Grande mantém a segunda colocação no ranking estadual das maiores economias municipais, na Paraíba. O município produziu R$ 3,4 bilhões em riquezas. Completam a relação dos maiores PIB’s de 2008: Cabedelo (R$ 2,1 bilhões), Santa Rita (R$ 979 milhões) e Patos (R$ 542 milhões).
O economista do Ideme, Geraldo Lopes, explicou que a concentração da economia paraibana, em apenas cinco cidades, ocorre de forma semelhante em outros estados brasileiros. “A geração de riquezas no Brasil sempre esteve na faixa litorânea. Isso é verificado, por exemplo, nos estados do Nordeste, como Pernambuco. E Paraíba segue essa realidade. É algo que acontece há anos no País”, explicou.

Entre as cinco maiores economias paraibanas, o destaque foi Cabedelo. Entre 2007 e 2008, o município registrou um crescimento de 30,76% na produção de riquezas. Enquanto em 2007 Cabedelo teve um PIB de R$ 1,6 bilhão, no ano seguinte (2008), a economia da cidade portuária chegou a R$ 2,1 bilhões.

No outro lado do ranking das economias paraibanas, Areia de Baraúnas continua com o menor PIB da Paraíba. O município produziu apenas R$ 7,3 milhões em riquezas. Apesar disso, Areia de Baraúnas apresentou um crescimento de 31,92% no PIB, entre 2007 e 2008. O segundo menor PIB da Paraíba, em 2008, foi de Quixabá, que gerou R$ 7,7 milhões em 2008. São José do Brejo do Cruz tem a terceira menor economia do Estado, com R$ 8,4 milhões.

Renda per capita – Cabedelo mantém a maior renda per capita da Paraíba. O indicador econômico – que representa a soma do PIB municipal dividido pela população – ficou em R$ 42.775, em 2008. Caaporã teve o segundo maior PIB municipal, com R$ 14.368. Completam a relação: Boa Vista (R$ 12.032), Conde (R$ 11.575) e João Pessoa (R$ 11.054).

 

Bartolomeu Honorato, da Assessoria de Imprensa do Ideme