João Pessoa
Feed de Notícias

Chico César recebe representantes do Fórum de Dança de João Pessoa

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011 - 11:39 - Fotos: 
O secretário de Estado da Cultura Chico César se reuniu na tarde desta quinta-feira (3) com representantes do Fórum de Dança de João Pessoa. O encontro faz parte da série de reuniões que a Secretaria de Cultura do Estado está promovendo com o objetivo de mapear a situação dos diversos segmentos culturais do Estado.

Durante o encontro, artistas e produtores apresentaram um panorama da dança na cidade e debateram questões relativas aos espaços públicos destinados à arte. A gerente operacional de Dança da Secult, Bia Cagliani, informou que grande parte das reivindicações apresentadas são referentes as escolas de dança instaladas no Teatro Santa Roza e Espaço Cultural.

Conforme explica Bia, após uma determinação do secretário a oferta de matrículas nos cursos foi suspensa. A decisão foi sugerida devido aos problemas detectados na estrutura funcional dos espaços, como a cobrança de mensalidades para prestação de serviços públicos e a inadequada estrutura física de algumas instalações.

Diante da suspensão, a classe artística se reuniu e levou ao encontro a sugestão de reabertura das matrículas. De acordo com a classe, as duas escolas concluíram 2010 atendendo aproximadamente 500 pessoas com idades entre 3 e 50 anos. De acordo com os representantes do Fórum, as escolas de dança são referências no cenário regional, onde atuam há cerca de seis décadas na formação de dançarinos.

Após a sugestão da classe, Chico César anunciou a revogação da decisão anterior e sinalizou pela reabertura das matrículas nos cursos do Teatro Santa Roza. Durante os próximos 45 dias serão tomadas medidas administrativas com o objetivo de reformar a escola de dança instalada no Espaço Cultural, para que as aulas sejam retomadas e o espaço novamente ocupado.

Ao final da reunião, foi criado um grupo de trabalho com o objetivo de idealizar a reestruturação da gestão cultural para a área de dança no município e no estado. Nos próximos seis meses o GT deverá pensar alternativas para a metodologia de gestão dos espaços públicos e o projeto pedagógico das escolas de arte. O GT é formado por representantes da Secult, Fundação Cultural de João Pessoa, Universidade Federal da Paraíba, Universidade Estadual da Paraíba, Centro de Ensino de Artes Municipal, Fundação Espaço Cultural, Teatro Santa Roza e escolas de dança.