Fale Conosco

3 de dezembro de 2013

Cesta básica de João Pessoa se mantém estável no mês de novembro



O preço da cesta básica da cidade de João Pessoa apresentou uma pequena variação positiva de 0,05% no mês de novembro, segundo pesquisa divulgada pelo Instituto de Desenvolvimento Municipal e Estadual (Ideme), nesta terça-feira (3). Com esse resultado, o índice mensal ficou praticamente estável, enquanto que o aumento acumulado no ano foi de 6,82%, e nos últimos doze meses 9,80%.

De acordo com o Ideme, o baixo índice positivo da cesta de novembro se deu, principalmente, pela queda de preços médios nas frutas (6,75%), no feijão (3,17%), no açúcar (1,68%), no óleo de soja (1,26%) e na manutenção do preço do arroz. Já os aumentos de preços foram registrados em itens como: inhame, batata-doce e macaxeira (2,20%), carnes (2,05%), margarina (1,66%), leite pasteurizado (1,61%), pão francês (1,43%) e café moído (0,99%).

Com isso, o custo total da cesta básica em novembro/13 foi de R$ 258,98, passando a representar aproximadamente 38,19% do salário mínimo. Portanto, um trabalhador que nesse período ganhou um salário mínimo de R$ 678,00 precisou trabalhar o equivalente a 84 horas e 05 minutos para adquirir sua alimentação individual. Enquanto que uma família, composta por quatro pessoas, teria que dispor de R$ 1.035,92 para adquirir a alimentação básica.

Referência - A ração essencial mínima, mais conhecida como cesta básica, é definida pelo Decreto-Lei nº. 399, de 30.04.1938, que estabelece treze produtos alimentares básicos (arroz, feijão, carnes, farinha de mandioca, café, pão, leite, açúcar, margarina, óleo de soja, legumes, frutas e raízes) e suas respectivas quantidades que norteiam o estudo realizado mensalmente pelo Ideme em João Pessoa. O acompanhamento dessa pesquisa, com detalhes, pode ser feito através do site do instituto: www.ideme.pb.gov.br